Início / Notícias / Alto Vale / Cidades Digitais podem impulsionar turismo em Santa Catarina

Cidades Digitais podem impulsionar turismo em Santa Catarina

Prefeitos e gestores de cerca de 30 municípios participaram do III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, em Balneário Piçarras

 

Prefeita Paulinha apresenta os resultados do investimento em tecnologia em Bombinhas

As cidades digitais, principalmente na região litorânea do Estado, devem dar atenção especial ao uso da tecnologia no turismo, na opinião do Secretário Adjunto de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Francisco dos Anjos, que participou, nesta quarta-feira (7), do III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, em Balneário Piçarras. O evento, promovido pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura Municipal de Piçarras, reuniu prefeitos, gestores, vereadores e empresários de cerca de 30 localidades para tratar de investimentos que facilitem a vida de moradores e turistas por meio das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC).

Apesar do ambiente de conectividade encontrado em diversas cidades do Estado, o secretário ressalta que é preciso utilizar a tecnologia para melhorar a experiência do turista a partir da coleta de dados para tomada de decisão. “O Estado precisa mediar esse ambiente de negócio e a tecnologia é uma ferramenta para essa relação”, disse Anjos sobre o trabalho do governo estadual para reunir informações para conhecer o perfil do público que visita Santa Catarina. Além do aplicativo Descubra SC, que facilita a busca por locais no Estado, o secretário adianta que no primeiro semestre de 2018 deve ser lançado um edital contemplando 10 ideias inovadoras para o turismo que melhorem o resultado no poder público.

Rio do Sul é referência em utilizar a tecnologia para comunicar-se com o cidadão, conforme apresentação do Prefeito Sr. José Thomé

O desenvolvimento integrado regional turístico é outro ponto ressaltado pelos gestores. O consórcio de turismo na Foz do Rio Itajaí, o Costa Verde Mar, é destaque nacional desde 2011 com a criação do primeiro aplicativo turístico regional. A Presidente do Colegiado de Turismo da AMFRI e Secretária de Turismo da Prefeitura de Balneário Piçarras, Susan Corrêa, cita as próximas ações que beneficiem os 10 municípios que integram a proposta, como a disponibilização de torres para carregador de celular, jogos virtuais e beacons, equipamento este que levará informação de oito pontos turísticos de cada cidade via tecnologia bluetooth para os visitantes. O foco, reforça Susan, é atuar para destinos turísticos inteligentes, projeto que vem sendo desenvolvido desde o ano passado em parceria com o Sebrae. “Temos buscado avançar nessa parte para que os nossos meios de comunicação sejam utilizados pelos nossos turistas”.

Bombinhas, referência em cidade digital no Estado, também utilizou a tecnologia para desenvolver o setor turístico. A taxa de preservação ambiental (TPA), cobrança feita por câmeras OCR de leitura de placas, resolveu o problema com coletas de lixo na alta temporada, por exemplo. Conforme conta a prefeita Ana Paula da Silva, o município também está prestes a inovar na forma de pagamento dos tributos municipais por meio de cartão de crédito. “A cidade se modificou nos últimos cinco anos graças ao processo tecnológico. Nós temos condições de fazer muito mais pelas pessoas. O crescimento do país só vai acontecer pelas mãos das pequenas cidades. É nelas que o posto de saúde precisa financiar ou que a vaga na creche precisa existir. Basta decisão política e vontade de acertar”, frisou a prefeita que apresentou os ganhos em arrecadação e gestão.

O prefeito de Rio do Sul também destaca o uso da tecnologia para reduzir custos ao mesmo tempo em que melhora a comunicação com o cidadão. Através do aplicativo atende.net, atualmente o morador de Rio do Sul pode solicitar serviços, agendar consultas, emitir carnês, acompanhar a disponibilidade de remédios e protocolos, entre outros. “Queremos cada vez mais tornar Rio do Sul uma cidade atrativa. As ferramentas de gestão deixam os nossos encaminhamentos de governo muito mais eficiente, trazendo a população a ser mais participativa conosco”, disse o prefeito José Thomé.

Cidade sede do III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, Balneário Piçarras é outro município conectado na região. O vice-prefeito Flávio Tironi destacou os investimentos que tornou a localidade referência em atendimento na Saúde. “Esse é um assunto muito importante que foi colocado no nosso plano de governo. Estamos investindo fortemente desde 2013 para que a gente possa facilitar a vida da população e servidores, principalmente na saúde e também fortemente na educação”, comentou o vice-prefeito, observando que em breve a Prefeitura deve disponibilizar um sistema para reforço escolar e matrículas online.

Na opinião do diretor da RCD, José Marinho, o planejamento em TIC passa a ser cada vez mais importante para as localidades que miram crescimento e desenvolvimento socioeconômico. Além da interação entre os municípios, o diretor da RCD afirma que o encontro serviu de preparação para o 3º. Congresso Catarinense de Cidades Digitais, que será realizado em Lages, dias 19 e 20 de abril. Inscrições e informações sobre investimentos em tecnologia no país estão disponíveis pelo http://redecidadedigital.com.br.

O III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí teve o patrocínio prata da 1Doc e bronze da Celk Sistemas, Yukaline Informática e da Editora Positivo, além do apoio institucional da Federação Catarinense de Municípios (FECAM), da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI) e do Itacolomi Hotel.

 


Rede Cidade Digital

Sobre timbonet


ir ao topo