Início / Notícias / Artigos / Gestão Industrial – Pontualidade na produção mantém clientes

Gestão Industrial – Pontualidade na produção mantém clientes

por Fabiana Voltolini Vieira*

Imagem: Pixabay

O mercado está cada vez mais competitivo. Falhas comuns, como entregar mercadoria fora do prazo, são inaceitáveis e diminui a credibilidade entre clientes. É por isto, que na quarta revolução industrial, a chamada Indústria 4.0, a tecnologia é uma parceira fundamental no chão de fábrica.

Soluções de automação industrial possibilitam saber, antes mesmo de iniciar a produção, qual é o OEE, ou seja, o índice global de eficiência, que leva em consideração fatores como disponibilidade do maquinário. O planejamento também se torna mais fácil, pois, a partir dos pedidos gerados no departamento comercial, pode-se agrupar OPs (ordens de produção) de forma que se consiga fabricar no menor tempo possível e evitar perder tempo com acerto de máquina.

O impacto de poder prever com segurança o que será produzido reflete também no melhor uso da matéria prima, contendo desperdícios e aquisição de insumos em quantidade desnecessária.

A organização das OPs por meio de softwares de gestão do chão de fábrica também permitem organizar a execução da produção, buscando produzir com mais eficiência, levando em conta as cores, tamanhos, modelos dos produtos.

Exemplo: se uma fábrica precisa produzir 5 embalagens de diferentes de cores (amarelo, azul, verde e vermelho), o software distribui a produção de forma a obter o menor tempo de setup possível, agrupando as OPs com as cores mais próximas.

Para o comercial, no momento de fechar o pedido do cliente, pode ter acesso ao sistema e saber quando conseguirá entregar. A pontualidade se torna uma marca da indústria e melhora o atendimento, evitando que se prometa algo que não será cumprido. Ou seja, cliente sempre fica satisfeito com entregas dentro do prazo. Do contrário, repetidas vezes em que prazo não são honrados podem fazer o cliente desaparecer. Para sempre.

Na diretoria, é possível saber onde estão as “janelas” de falta de pedidos e, ao invés de antecipar a produção de um pedido que deverá ser entregue em 60 dias (consumo de matéria prima, investimento na frente, ocupação do estoque), a direção pode cobrar do comercial metas de vendas para fechar essas “janelas”.

*Fabiana Voltolini Vieira é gerente comercial da filial da Vedois Tecnologia em Timbó (SC), empresa brasileira especializada no desenvolvimento de soluções em automação industrial.

Sobre timbonet


ir ao topo