Início / Notícias / Esportes / Nota de falecimento: um dia triste para a Natação de Blumenau

Nota de falecimento: um dia triste para a Natação de Blumenau

A manhã de quinta-feira, dia 8, é um dia muito triste para a Natação de Blumenau. Hoje, nós temos que informar o falecimento de Carlos Augusto Vieira, coordenador da Apanblu, que foi vítima de um câncer. Carlos era o responsável por coordenar nossas atividades, mas ao mesmo tempo também era o combustível para a fomentação da modalidade em Blumenau.

Com envolvimento na prática esportiva, Carlos foi surpreendido pela crueldade de um câncer que agiu rapidamente. A diretoria, os treinadores, os pais e os atletas da Apanblu se solidarizam com a família e se colocam a inteira disposição para qualquer colaboração. O futuro da Apanblu terá ainda mais força agora em diante, com o apoio do principal idealizador da modalidade.

O corpo de Carlos Augusto está sendo velado na Capela B do Cemitério São José e a cerimônia de cremação será realizada na manhã desta sexta-feira, dia 9, às 10h.

 

Crédito da foto: Sidnei Batista

=====

Conheça a história de Carlos Augusto e a sua eterna ligação com a natação

Natural de Blumenau, Carlos Augusto Vieira nasceu no dia 21 de junho de 1956. Filho de Augusto Antenor Vieira e Carolina Vieira, Carlos tinha quatro irmãos: Isolete, Marlene, Gilberto e Eliana. Isso sem contar a companheira conjugal Tânia Eichstaedt, com a qual viveu mais de 30 anos.

Formado em Educação Física pela FURB – Universidade Regional de Blumenau, Carlos teve o seu início pela natação no ano de 1968. Na ocasião, acompanhou por revistas a Olimpíada do México. No dia 1º de maio de 1969 foi convidado a participar dos treinamentos de natação que aconteciam na piscina do clube Guarani Esporte Clube. O treinador era Walter Pereira dos Passos.

No ano de 1969, Carlos participou do seu primeiro Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) nadando a prova dos 800m livre. No ano de 1974, Vieira formou a primeira equipe de natação da Sociedade Recreativa e Esportiva Ipiranga. Entre os anos de 1974 a 1985 liderou duas funções na equipe: atleta e técnico de natação. Neste período, Carlos contabilizou 38 medalhas de JASC. No ano de 1974 assumiu a equipe feminina de Natação de Blumenau e contabilizou 16 títulos do JASC.

Além dos mencionados, na carreira profissional Carlos passou pelos seguintes clubes de Blumenau: Clube Blumenauense Caça e Tiro, Associação América de Natação, Associação de Pais e Atletas da Natação até chegar a Associação de Pais e Amigos da Natação de Blumenau (Apanblu). O período de treinador semeou três participações em Olímpiadas: 1984 – Los Angeles, 1988 – Seoul e 1996 – Atlanta. No ano de 1992, Carlos por iniciativa própria adquiriu uma piscina para fomentar jovens talentos.

A sua carreira vitoriosa gerou uma homenagem no JASC de 2013, em Blumenau, pelas 43 participações representando a cidade no evento. No ano de 2015, Carlos recebeu a Comenda do Mérito Desportivo pelos relevantes serviços prestados ao esporte catarinense. Fora das piscinas, o profissional coordenou a equipe de ciclismo de Blumenau campeã do JASC de 2013. Inclusive, o ciclismo era também uma das paixões do eterno Carlos Augusto Vieira.

Em 2017, Carlos recebeu homenagem da Câmara de Vereadores de Blumenau pelos serviços prestados ao esporte blumenauense. A sua carreira rendeu capítulos que jamais serão esquecidos. Em um trecho da formalidade realizada na Câmara, Carlos se emocionou ao falar do seu trabalho no esporte. “Agradeço aos meus pais, minha família e Deus pelo dom de formar grandes nadadores. E ainda mais importante: formar cidadãos em todas as áreas da vida”. O esporte será eternamente grato a Carlos Augusto.

 

 


Sidnei Batista
Assessor de Comunicação 

Sobre timbonet


ir ao topo