Início / Notícias / Prefeitura Municipal de Indaial / Projeto de Indaial é selecionado na primeira fase do Laboratório de Inovação em Educação na Saúde

Projeto de Indaial é selecionado na primeira fase do Laboratório de Inovação em Educação na Saúde

O projeto “De Geração para geração: valorizando a herança cultural”, desenvolvido no território de atendimento da Unidade de Saúde Márcia Maria Andreatta, no bairro Estados, em Indaial, está entre as experiências selecionadas pelo Ministério da Saúde e pela Organização Pan-Americana da Saúde na primeira fase do Laboratório de Inovação em Educação na Saúde.

Essa é a segunda vez que o projeto “De Geração para geração: valorizando a herança cultural” é destaque em nível nacional. Em novembro de 2017, em Brasília, Indaial marcou presença no Seminário Nacional do 5º Mapeamento de Experiências Exitosas de Gestão Pública no Campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa com a apresentação do referido trabalho.

No total foram 251 inscrições de projetos realizados em diversos municípios brasileiros, dos quais 45 passaram na primeira etapa. Em Santa Catarina, além de Indaial, mais seis projetos foram selecionados. Os trabalhos têm como foco a Educação Permanente em Saúde. O objetivo é conhecer as inovações e as experiências exitosas que potencializam a formação e qualificação dos trabalhadores e profissionais de saúde.

A segunda etapa consistirá na apresentação oral das experiências em um Seminário em que a Comissão de Avaliação do Laboratório de Inovação selecionará 30 experiências que serão visitadas no território. O Seminário acontecerá de 6 a 8 de março, em Brasília.

Cada experiência será avaliada pelos seis membros da Comissão de Avaliação e por representantes convidados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, Conselho Nacional de Saúde e Organização Pan-Americana de Saúde.

Sobre o projeto

A criação desse trabalho é fruto da ação socioeducativa intergeracional do grupo da Paz, formado por 12 crianças com idade entre 8 a 13 anos, com idosos da comunidade. Como método principal utiliza-se a contação de história, na qual os idosos relatam suas memórias e vivências, interagindo com as crianças e transmitindo ensinamentos sobre temas diversos. Na sequência são realizadas dinâmicas com os participantes.

Estão envolvidas diretamente nesse trabalho as agentes comunitárias da Unidade e criadoras do projeto, Malvina Ribeiro e Maria Teresinha Batista. Em 2018 os encontros ocorrerão duas vezes por mês, na unidade de saúde.

Foto: encontro realizado em 2018


Graciely Guesser Ramos
Jornalista
Departamento de Comunicação
Prefeitura Municipal de Indaial

Sobre timbonet


ir ao topo