banner
Blumenau

​Ministro do Esporte garante construção do estádio em Blumenau para 2017

Min. Esporte 1Em audiência capitaneada pelo deputado federal Rogério Peninha Mendonça (PMDB/SC) e pelo senador Dário Berger (PMDB/SC), o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, assegurou na tarde desta quinta-feira (07) que o Estádio Municipal de Blumenau começará a ser erguido no início do ano que vem. O pleito foi levado até Brasília pelo vice-presidente da Federação Catarinense de Futebol, Ericsson Luef, e pelo ex-presidente do Clube Atlético Metropolitano, Marcelo Georg. A obra tem custo estimado em R$ 12 milhões e prevê capacidade para 4 mil torcedores.

Picciani encaminhará o projeto para a Diretoria de Infraestrutura de Esporte, que na próxima semana estará sob nova coordenação – um General do Exército assumirá o posto. “Buscaremos ajustes no projeto original para compatibilizá-lo à nossa capacidade orçamentária. Tão logo terminem os Jogos Olímpicos, faremos nova reunião para definir o cronograma de trabalho. Uma certeza, no entanto, vocês já podem levar: a execução começará no início do ano que vem”, assegurou o ministro. O terreno para o estádio foi doado pela família de Georg, que saiu satisfeito do encontro: “O ministro nos passou confiança, agora é necessária força política dos nossos representantes em Brasília para que Blumenau possa ter um estádio à altura de seu povo”.

Ericsson citou o caso de Cascavel, no Paraná, onde o governo federal destinou R$ 6,8 milhões para a reforma do Estádio Olímpico Regional, que segue em andamento. “Todos os municípios brasileiros do porte de Blumenau já foram contemplados com suporte financeiro do governo para construírem, ampliarem ou adequarem as instalações de seus estádios. A demanda que apresentamos aqui se faz necessária para o desenvolvimento do futebol na terceira maior cidade do estado”, argumentou ele. O vice-presidente da FCF também lembrou a visita que o então secretário nacional de Futebol, Rogerio Hamam, fez a Blumenau em janeiro desse ano: “Na época, ele nos prometeu uma resposta do Ministério entre 60 e 90 dias. A visita encheu os blumenauenses de esperança, que depois se transformou em decepção. A resposta não veio e nós continuamos na estaca zero”.

Para o deputado Peninha, a proximidade da bancada catarinense com Michel Temer reacenderá discussões em torno de propostas esquecidas nas gavetas do Palácio do Planalto. “O estádio é um dos projetos que, tenho certeza, será tocado pelo novo governo. Além de o ministro Picciani ser nosso amigo, já que liderava o PMDB na Câmara até alguns dias atrás, temos porta aberta no gabinete do Michel. Estamos dando suporte no Congresso Nacional para as mudanças estruturais que o presidente está propondo, e ele nos dá a contrapartida investindo em obras e serviços que são importantes para a nossa região”, explicou o parlamentar.

     O senador Dário Berger destacou a participação da iniciativa privada para tornar o estádio viável: “Com o start dado pelo governo, a classe empresarial voltará a investir no futebol. Há muitos casos bem-sucedidos de parcerias público-privadas que podem ser levadas para Blumenau, de modo que a estrutura construída sirva à comunidade e se mantenha economicamente estável. O Verdão merece o seu próprio caldeirão”. Atualmente, o Metrô – que disputa a série D do Campeonato Brasileiro – manda seus jogos no campo do SESI.


Rafael Pezenti
Assessor de Imprensa
Dep. Rogério Peninha Mendonça (PMDB/SC)

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by