banner
Brusque

A Fairtec, que termina nesse domingo, representa geração de mais de R$ 20 milhões em negócios

A quinta edição da feira finaliza com um saldo de cerca de 15 mil visitantes e expositores já garantindo seus espaços para 2021

 

A Fairtec, que termina nesse domingo, representa geração de mais de R$ 20 milhões em negócios 1

Foto: Portal da Cidade

Geração de mais de R$ 20 milhões, em negócios que serão fechados até o fim do ano, e visitação de cerca de 15 mil pessoas. Estes são os números da consolidada FAIRTEC (Feira Tecnológica da Construção Civil), que ocorreu entre 11 e 15 de setembro, no Pavilhão da Fenarreco,em Brusque. Os mais de 100 expositores comemoram os ótimos resultados obtidos e já planejam participar da sexta edição, que será em 2021. De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque e Região (Sinduscon), Ademir José Pereira, os expositores estão muito contentes com o retorno da feira deste ano. “A FAIRTEC já é sucesso, pois conseguimos unir a visitação do público com a qualidade apresentada pelos expositores. É bastante gratificante quando você vê que todo o trabalho que tivemos dar resultado. Recebi muitos elogios quanto à organização, além da geração e volume de negócios.”

Para o presidente do Sinduscon, essa edição consolida a FAIRTEC como um dos mais importantes eventos do segmento da construção civil na Região Sul. A diretora da Andrade Eventos, Rosangela Andrade diz que muitos negócios foram efetivados durante a feira, mas, o principal, é que o evento vai continuar gerando negócios nos próximos 12 meses. “Algumas negociações começam durante a feira, mas só são concluídas depois de meses. A FAIRTEC é uma ótima oportunidade para apresentar ao mercado o que as empresas têm de diferente”, avalia.

O diretor da Mazzinox, de Blumenau, Henrique Mazzi, participou pela primeira vez da feira e ficou bem satisfeito. “Trabalhamos com  grelhas com sistema de elevação, espetos giratórios, churrasqueiras, entre outros, e muitas pessoas ainda não conheciam nossos produtos. A feira foi uma excelente oportunidade para divulgar nossos produtos”, afirma. Mazzi diz que tem uma lista de possíveis clientes para entrar em contato durante os próximos dias.

A compradora da Estrucon, empresa que estava na feira apresentando a sua nova franquia, Noca, de móveis em PVC, Rosangela Gonzalez, conta que a empresa estará instalada em dezembro, mas, mesmo assim, resolveram estar na Fairtec para se apresentar ao mercado.  “Foi uma decisão muito certeira. Estamos com uma lista de mais de 50 prospects, pessoas que devemos entrar em contato nas próximas semanas porque querem orçamento e encomendarem nossos móveis diferenciados”, conta bem satisfeita.

A Fairtec, que ocorre de dois em dois anos, com essa edição, já somou um público de mais de 50 mil visitantes. Desde seu início, a feira tem se apresentado como uma ótima vitrine para as empresas de Santa Catarina e demais estados da Região Sul.Tanto que já teve expositores garantindo seus espaços para a edição de 2021. “Ninguém quer ficar fora da Fairtec”, diz Rosangela.


Liliani Bento
New Age Comunicação

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by