banner
Saúde

A importância da saúde emocional

Especialista e coach em relacionamentos faz um alerta à necessidade de cuidado com as emoções e sentimentos para a satisfação pessoal e profissional

A importância da saúde emocional 1Para se obter sucesso, seja ele profissional ou não, relacionamentos saudáveis, segurança e satisfação, é crucial trabalhar a saúde emocional. Por vezes despercebida, ela é a capacidade de entender o comportamento e influência das emoções nas atividades do cotidiano e deixá-la de lado, renunciando as emoções e sentimentos, pode ser um mau negócio.

De acordo com a especialista e coach em relacionamentos Elisa Grabovski, ter equilíbrio e entendimento das emoções é fundamental. “Os sentimentos são desencadeados pelas emoções e, a partir delas, é que há movimentação na nossa vida. Apresentamos dois tipos de sentimentos, sendo o de retração e expansão. O primeiro diz respeito ao medo, dúvida, insegurança e etc., já o segundo, são o amor, a felicidade, plenitude e leveza. Perante os dois, é necessário incentivar aquilo que é positivo e faz bem. A ideia é alimentar sentimentos bons, para ter uma vida saudável”, explica.

No Brasil, atualmente, mais de 18 milhões de pessoas sofrem com ansiedade e estima-se que, até 2020, problemas com emoções sejam os principais motivos de afastamentos de trabalho, superando, até mesmo, as doenças respiratórias, apontam dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Ainda segundo a especialista e coach, trabalhar a saúde emocional deve ser prioridade, tendo em vista a sua grande influência nos objetivos. “Sentimentos nos levam até pensamentos, que, por sua vez, nos guiam até as ações, que são o que constrói a nossa vida. É inevitável que, ao longo do tempo, venham sentimentos ruins, como a dúvida, o medo, ansiedade e outros, mas, não devemos incentivar e nem criar caminhos neurais reforçados para eles. Na nossas escolhas, devemos cultuar os bons sentimentos. Tudo depende de onde depositamos a importância, atenção e foco”, finaliza.

Dica final da Elisa:

O sucesso depende dos três “c”, que são o conhecimento, crescimento e a constância.
Sem o conhecimento, é impossível saber para onde ir crescer, e quando deixamos de crescer, a gente morre.
Já a constância gera a disciplina e hábitos saudáveis, que vão fazer com que a nossa vida fique ainda melhor.


Juliana Santos Cleto

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by