A primavera chegou! Sommelier sugere vinhos para degustar na estação das flores

A primavera chegou! Sommelier sugere vinhos para degustar na estação das flores

25 de setembro de 2020 Off Por Redação

 

 

Espumantes, brancos, rosés e até tintos mais leves, combinam muito bem com a meia-estação, segundo o especialista.

A primavera é sinônimo de dias mais bonitos com temperaturas amenas e agradáveis, de ruas repletas de flores e de um céu mais azul. Para quem é amante de vinhos, a meia-estação combina com espumantes, brancos, rosés e até tintos mais leves, basta escolher o momento certo, conforme aponta o sommelier da Decanter Blumenau, Sidney Lucas. “Na estação é muito comum fazer sol e calor em um dia e chuva e frio no outro, ou seja, a temperatura pode oscilar de um dia para o outro. Com isso, os tipos de vinhos também podem variar na primavera. Sendo assim, diferentes tipos de rótulos podem ser indicados, desde um rosé ou espumante para ser degustado em um lanche ao ar livre, até vinhos tintos e brancos quando as temperaturas estiverem mais baixas”, diz.

Sendo assim, o sommelier separou algumas sugestões, acompanhadas de harmonização, para quem deseja renovar a adega para a primavera. Confira:

Espumantes

Para quem não dispensa um espumante na hora de celebrar, o Hermann Lírica Brut Rosé é perfeito para a estação das flores. “Com coloração rosa salmão, apresenta densa perlage – borbulhas –, com bolhas minúsculas, numerosas e persistentes. Sua composição é de uvas 90% Pinot Noir e 10% Chardonnay, com aromas de cereja ácida, rosas, um amendoado discreto e mineralidade. Encorpado e com equilíbrio perfeito, o rótulo possui um longo final lembrando morangos silvestres e flores. Na mesa, pode ser acompanhado de canapés com queijo de cabra fresco, fricassé de frango ou com risoto de camarão.”, indica Lucas.

Rosés

Para o sommelier, nenhum vinho simboliza mais a primavera do que o rosé. “Ideal para descontrair com os amigos ou familiares, com aperitivos ao ar livre, o Château Lauriga Jardin de Roses Rosé 2018 é delicado com aroma floral permeado por toranja, cereja, morango e cativante mineralidade. Na boca é muito leve, de acidez crocante, final limpo, suculento e duradouro”, destaca.

Brancos

Os brancos também são ótimas opções na meia-estação. Leve e aromático, o De Martino Tres Volcanes Chardonnay Single Vineyard 2017 é composto 100% Chardonnay, uma das uvas mais cultivadas mundialmente. “O rótulo é uma boa pedida para os dias mais frescos da primavera. Muito elegante, com aromas de limão confitado, maçã e ligeiro amendoado ao fundo, o vinho é de corpo médio, intenso caráter mineral e acidez na medida certa”, comenta Lucas.

Tintos

Para os que acreditam que na primavera o vinho tinto não é uma boa opção, saiba que ele também é bem-vindo, desde que seja leve. “O Tetramythos Agiorgitiko 2018, por exemplo, possui aroma de frutas negras frescas, ameixa, azeitonas negras, com impressões florais de violeta e minerais. Aveludado na boca, ele apresenta frescor e é perfeito para um típico churrasco da estação”, conclui o sommelier Sidney Lucas.

Decanter

Uma das maiores e mais destacadas importadoras de vinhos do Brasil, a Decanter foi eleita a Importadora do Ano, na edição anual de vinhos da revista Gula. Fundada em Blumenau, em 1997, conta com mais de 50 distribuidores por todo o país, além da rede de Enotecas Decanter. Seriedade, respeito ao cliente e uma política de preços convidativos têm sido alguns dos suportes desse crescimento. No entanto, é a esmerada seleção de vinhos que dá corpo à empresa.


BRUNA GABRIELA ZIEKUHR
Presse Comunicação