Agora é em casa! APAN/Eleva/Blumenau inicia série de nove jogos em casa pela Superliga

Agora é em casa! APAN/Eleva/Blumenau inicia série de nove jogos em casa pela Superliga

20 de janeiro de 2021 Off Por Redação

 

 

O primeiro desafio é contra o Itapetininga, na noite desta quarta-feira

Blumenau (SC) – Em oitavo lugar na Superliga Banco do Brasil, mas muito próximo dos adversários que estão em quinto, sexto e sétimo, a APAN/Eleva/Blumenau entra em numa fase importante da competição. Serão nove confrontos em casa, no Galegão. E o primeiro desafio será nesta quarta-feira, 20 janeiro, contra o Vôlei Um Itapetininga. É confronto direto com o sétimo colocado, apenas três pontos à frente e uma vitória a mais. Começa às 20 horas, com transmissão via streaming¸ pelo Canal Vôlei Brasil.

O técnico André Donegá assinala que todas as dificuldades enfrentadas até aqui, devem ficar no passado. A meta é somar o maior número pontos possíveis nesses nove desafios. Lamenta apenas ainda não poder contar com a presença do torcedor no ginásio.

A falar do Itapetininga, o técnico alertou para o fato de ser extremamente técnico e rápido. “Será preciso jogar num alto padrão, com um sistema de ataque e saque forte para igualar o jogo e vencer os sets”, resumiu.

É máxima nesta quarta, mesmo com o oposto Franco ainda não estar 100% fisicamente. O maior pontuador do time blumenauense na Superliga foi positivado pela Covid-19 no início do mês. Retornou aos trabalhos há pouco mais de uma semana.

Donegá voltou a falar sobre a importância desse momento, com a sequência de nove jogos em casa. Contra o Itapetininga, a vantagem de contar com um intervalo maior entre os confrontos ainda não poderá ser sentida. O time vem de três partidas fora de casa – os últimos dois em Taubaté, na última sexta e no domingo, com apenas um dia de descanso. Mas a partir de quinta, o time terá pelo menos sete dias para treinar. Uma rotina bem mais adequada para os trabalhos preventivos, fisioterapia e de recuperação de lesões.

A carga de treinamento técnico também aumenta, com mais tempo para trabalhar e estudar o adversário. “Nesse momento da competição, o foco é o refinamento técnico, com trabalhos individualizados, de acordo a necessidade de cada atleta e de posição. Melhorar o que precisar ser melhorado e a manutenção de fundamentos básicos para cada jogador”, explicou.

Acompanhe nossas Redes Sociais
FANPAGE: https://www.facebook.com/APANVolei/
INSTAGRAM: @ApanBlumenau

Texto: Giovani Vitória
Fotos: Raphael Guilherme Moser

Assessoria de Imprensa da APAN | Informe Comunicação