Água e sua importância – Médico urologista do Censit destaca sobre a ingestão adequada de líquidos

Água e sua importância – Médico urologista do Censit destaca sobre a ingestão adequada de líquidos

27 de novembro de 2020 Off Por Redação

 

 

“Ingerir água, diariamente, é fundamental para o bom funcionamento do nosso corpo. Ela deve estar presente na nossa rotina alimentar, pois tem um papel importantíssimo no nosso organismo”. As informações são do médico urologista, doutor Alessandro Mondadori Hoffmann.

Segundo o profissional, nosso corpo necessita de uma reposição diária de água para se manter o corpo saudável, pois não possui uma grande reserva. “O corpo humano é constituído de cerca de 60 a 70% de água, e a quantidade de líquido que deve ser ingerida, diariamente, pode variar. Em média, é necessário ingerir, aproximadamente, dois litros de água por dia. Essa quantidade pode mudar, por exemplo, durante as estações mais quentes deve-se aumentar a quantidade de líquido”.

O médico observa que: “principalmente para as pessoas que praticam exercícios físicos, trabalhadores que exercem suas funções em ambientes onde a temperatura é mais elevada, o ideal é sempre ter uma garrafa de água próximo, para que a hidratação seja constante”.

Hoffmann afirma que a água ajuda a regular a temperatura corporal durante os exercícios físicos ou quando o dia está mais quente. Durante a transpiração, o nosso corpo libera líquido, e isso faz com que o nosso corpo não esquente demais, tendo a função de controlador térmico. “As diversas formas do nosso corpo eliminar a água podem ser a transpiração, urina, respiração, fezes, lágrimas e outras atividades. Importante ressaltar que não é necessário sentir sede para ingerir líquido; a sede é somente um sinal de alerta que o corpo está abaixo do nível desejado”.

De acordo com o profissional, existem outras fontes que podem fornecer água como: sucos, água de coco, frutas e chás. “A ingestão de líquido, adequada, auxilia na prevenção das infecções urinárias, evita a formação de cálculos renais, sendo que esta ingestão ajuda na excreção dos nutrientes desnecessários para o nosso organismo. Portanto, o consumo adequado auxiliará na eliminação de algumas toxinas filtradas pelos rins”.

O médico frisa que: “podemos elencar alguns outros benefícios da água, como: auxiliar no transporte de nutrientes e vitaminas pelo corpo, favorecer a revitalização das células e das mucosas, contribuir para a regulagem do intestino, juntamente com as fibras alimentares. Sendo que uma baixa ingestão pode levar à prisão de ventre, bem como, a desidratação pode fazer com que a pele se torne ressecada e, em alguns casos, até descascadas”.