banner
Brusque

Assini lança EP e álbum está disponível em plataformas digitais

Tragic but Magic é o primeiro trabalho do artista brusquense com fortes influências da cultura indie pop americana

 

Assini
Foto: Teo Gums

Canções com ritmo contagiante, outras que falam de amor, esperança, escolhas e liberdade. Inspirado e influenciado pela cultura indie pop americana desde muito jovem, o artista brusquense Assini acaba de lançar o primeiro EP, Tragic but Magic, disponível em plataformas digitais como Spotify e YouTube. O álbum contém quatro músicas, a primeira é o single Dance Until Die, com mais de 2 mil views no recém canal do artista no YouTube e mais de 9 mil plays no Spotify. Outra é I would die for you, canção que terá o videoclipe gravado ainda nesse trimestre, além das Miss U e Trumpet. Todas escritas e compostas por Assini. “Sempre assisti a premiações de música, acompanhei a carreira de diversos artistas e sempre me imaginei tendo uma carreira como a deles. Resolvi sair da minha zona de conforto e correr atrás. Assim o Tragic but Magic está encontrando aos poucos a sua própria luz”, comenta. Artistas como Prince, Spice Girls, Beatles, Lady Gaga e suas trajetórias são inspirações na vida de Assini, que gravou o álbum todo em inglês. “Tenho muita facilidade em escrever, pensar e compor assim. Até nos meus sonhos eu me comunico em inglês”, diz ele com bom humor.

O EP foi gravado e produzido por Daniel Marques, em Itajaí, e o conceito da arte da capa foi criado por Assini, com fotos de Teo Gums, de Brusque. “Eles têm uma visão artística incrível e amamos o resultado”. O sucesso do recém-lançado EP surpreendeu Assini. “Comecei o álbum do zero no fim de 2018 e hoje pessoas do país todo e de fora do Brasil estão ouvindo, enviando mensagens, dizendo que curtiram muito o som, o visual e tudo mais. Isso é incrível”, celebra.

Assini é cantor, compositor, instrumentista, coprodutor e ativista LGBTQ. Nasceu em Brusque, Santa Catarina, no dia 29 de abril de 1996, e mora em Botuverá desde que se conhece por gente até os dias atuais. Afonso Carlos Assini, que desde novembro de 2018 assumiu o nome artístico de apenas “Assini”, começou a compor aos 13 anos, pela necessidade de expressar por meio da escrita os medos, anseios, situações boas e ruins do cotidiano, e encontrou na música o lugar perfeito para transformar tudo em tom, som e arte.

Confira o single Dance Until I Die, gravado pela Blackhat Films, com participação especial do dançarino Aldo Hunter: https://goo.gl/girneK

Ouça o EP Tragic but Magic pelo Spotify: https://goo.gl/i7Z35U

Em 2019, o artista pretende divulgar ainda mais o EP, e já está preparando canções para um novo álbum. “Gravei uma parceria com Tiago Rosa e Evoxx, dois ótimos DJs, super conhecidos no gênero eletrônico, e em breve deve sair o material”, afirma. Acompanhe as notícias e as novidades pelo www.instagram.com/assinimusic

 


Nane Pereira
Jornalista | Santa Catarina

Topo
Open chat
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by