banner
Blumenau

Blumenau – Câmara aprova projeto que reconhece a ação das empresas que contratam adolescentes

Mário Hildebrandt

Foto: Renan Olaz

A Câmara de Vereadores aprovou no final de maio um projeto de lei que institui o título “Empresa Amiga do Jovem e do Adolescente em Blumenau”, destinado a pessoas jurídicas, de qualquer área de atuação, que contribuírem com programas sociais oriundos do poder público ou da iniciativa privada, oferecendo contratação profissional a jovens e adolescentes. A proposta, de autoria do vereador Mário Hildebrandt (PSD), em resumo, quer reconhecer as empresas que no seu quadro tenham três ou mais adolescentes contratados e também motivar outras a abrirem vagas para jovens entre 14 e 24 anos.

“Além de divulgar e reconhecer as empresas que contribuem para a inserção e reinserção dos adolescentes e jovens no mercado de trabalho, queremos com este projeto desmistificar o conceito de que meninos e meninas a partir de 14 anos não podem trabalhar. Tanto podem que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) regulamenta isso”, destaca o parlamentar, lembrando ainda que as empresas reconhecidas com o título poderão fazer uso da certificação como marketing. Mário Hildebrandt explica que a integração de adolescentes e jovens aprendizes no mercado profissional tem a finalidade de promover o desenvolvimento das competências básicas e necessárias para o trabalho, ampliando os potenciais compatíveis com as novas exigências tecnológicas, organizacionais, culturais, éticas e estéticas do mundo do trabalho.

“Os programas de incentivo à contratação de jovens e adolescentes visam promover a manutenção, no cotidiano profissional, de formação compatível com o mercado de trabalho, além de fortalecer um comportamento solidário e o exercício da cidadania, em função da apropriação de valores referentes à humanização da vida, do trabalho e das relações entre as pessoas”, reforçou o vereador, assinalando que os projetos e programas de aprendizagem, promovendo a integração da juventude ao mundo do trabalho, só terão êxito se contarem com o apoio das empresas.

Segundo ele a oferta de vagas para a população jovem carente, ainda é restrita no município. Hildebrandt destacou que, se sancionada pelo prefeito Napoleão Bernardes (PSDB), a lei deverá ser difundida a partir de 2015. O título será expedido pela Fundação Pró-família, responsável pelo Programa Adolescente Aprendiz no município, em solenidade a ser realizada anualmente na segunda quinzena de novembro. O Centro Integração Ensino Escola (Ciee), Senai, Senac e Sesc são entidades que também mediam a contratação de jovens aprendizes.

O título será expedido pela Fundação Pró-Família responsável pela execução do Programa Adolescente Aprendiz, anualmente, em solenidade a ser realizada na segunda quinzena do mês de novembro de cada ano.

Contrato do Jovem Aprendiz

O contrato do adolescente ou jovem aprendiz pode durar no máximo dois anos. Diferente do estagiário, ele tem registro na carteira, salário mínimo/hora, jornada de quatro horas diárias e direitos previdenciários e trabalhistas garantidos, como 13º salário e férias. Estas devem coincidir com as férias escolares, pois para ser um jovem aprendiz, é necessário estar estudando.

As empresas devem recolher a alíquota de 2% sobre os valores de remuneração de cada jovem, inclusive sobre gratifica


Gabinete do Vereador Mário Hildebrandt
Câmara de Vereadores de Blumenau – Gabinete 16.

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by