banner
Blumenau

Blumenau (SC) participa do Circuito de Internacionalização de micro e pequenas empresas do Sebrae/SC

A ação reúne palestrantes em nove cidades catarinenses e estimula a adesão ao mercado internacional. No Vale do Itajaí, o evento acontece no dia 7 de agosto

Blumenau (SC) participa do Circuito de Internacionalização de micro e pequenas empresas do Sebrae/SC 1Com o objetivo de intensificar a entrada de micro e pequenos negócios no comércio exterior, o Sebrae/SC promove uma série de eventos para estimular os empresários a iniciar as relações internacionais. Para isso, o Circuito de Internacionalização oferece palestras gratuitas com convidados do Sebrae, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) e do Banco do Brasil.

Em Blumenau, o evento conta com o apoio do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Blumenau (Simmmeb). Parceria que que resultou em uma rodada de negócios e visitas técnicas em Assunção, no Paraguai, durante a última semana.

Ele será realizado no dia 7 de agosto no Centro Empresarial da cidade (Rua Antônio Treis, 607, bairro Vorstadt), das 18h30min até as 22h. Também recebem a ação as cidades de Chapecó, São José, Joinville, Tubarão, Itajaí, São Miguel do Oeste, Lages e Caçador. Além disso, em todas as gerências regionais onde serão realizados os eventos, a equipe do Sebrae/SC irá prestar consultoria gratuita aos empresários que tenham interesse em iniciar o processo de internacionalização das suas empresas. As inscrições podem ser feitas pelo site http://bit.ly/circuitoblumenau e as vagas são limitadas. Mais informações podem ser obtidas através do e-mail [email protected]

No Circuito de Internacionalização, pequenos empresários poderão fortalecer seus negócios e desmistificar a entrada no âmbito estrangeiro. O evento traz assuntos como exportações, importações, inteligência de mercado, fontes de financiamento, formas de pagamento, seguro de crédito e promoção comercial no exterior. “Se abrir para o mercado internacional é de extrema relevância para a economia do estado e inovação dos pequenos negócios. O Circuito pretende fortalecer isso, incentivando empresários e facilitando o processo de internacionalização”, explica Douglas Luis Três, gerente de atendimento empresarial do Sebrae/SC.

Para o gerente da regional Donizete Böger, empresas de todo o estado só tem a ganhar com a internacionalização do mercado, assim como o próprio ambiente. “As micro e pequenas empresas são responsáveis por 58% dos empregos dos catarinenses, o que demonstra a importância e o impacto desses empresários para a economia da nossa região. Ampliar a atuação deles significa também ampliar as possibilidades de negócios para Santa Catarina”, comenta.

Nos últimos anos, a participação de micro e pequenos negócios catarinenses em operações internacionais vêm crescendo. Em 2017, as microempresas representavam 5,42% e as pequenas 18,07%. No ano seguinte os números passaram para 5,49% e 23,60%, respectivamente. Além disso, a participação de Micro Empreendedores Individuais (MEI) passou de 1,21% para 2,50%, segundo a Análise de Comércio Internacional Catarinense de 2017 e 2018, da Fiesc.


Olga Helena

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by