banner
Saúde

Campanha alerta sobre o impacto negativo do tabaco na saúde pulmonar da população mundial

Dia Mundial Sem Tabaco tem o objetivo de alertar sobre os efeitos nocivos e mortais do uso do tabaco e a exposição à fumaça.

Campanha alerta sobre o impacto negativo do tabaco na saúde pulmonar da população mundial 1O cigarro está ligado à causa de mais de 50 doenças diferentes, principalmente, problemas ligados ao coração e circulação, cânceres de vários tipos e doenças pulmonares. O tabagismo é o principal responsável pelo câncer de pulmão, e pela maioria das mortes em razão da doença no mundo. Em Santa Catarina, por exemplo, as mortes por câncer de pulmão cresceram cerca de 52,7%, em um período de dez anos, causando o óbito de 1.376 pessoas em 2016 no estado. A estimativa do Instituto Nacional de Câncer (INCA), é que 1.730 catarinenses foram diagnosticados com a doença no último ano.

Para sensibilizar a população sobre os malefícios do cigarro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e alguns parceiros globais, celebram no próximo dia 31 de maio o Dia Mundial Sem Tabaco. Neste ano, a campanha tem o objetivo de conscientizar sobre os perigos e danos causados aos pulmões pela exposição ativa ou passiva ao tabagismo. Especialistas apontam, por exemplo, que crianças que convivem com fumantes possuem três vezes mais chances de desenvolver problemas respiratórios, como pneumonia, bronquite, exacerbação de asma, infecções de ouvido e altas chances de desenvolver doenças cardiovasculares na fase adulta.

A campanha, além de visar reduzir o consumo de tabaco, também tem o objetivo de engajar as partes interessadas, de vários setores da sociedade, na luta e controle do tabaco. Quando associamos o tabaco ao comércio ilegal, por exemplo, é preciso levar em conta também que ele está à margem do controle sanitário, o que implica em componentes em desacordo com a legislação e, possivelmente, a contaminação por diversos elementos que potencializam os efeitos danosos.

O médico pneumologista e diretor técnico do Hospital Dia do Pulmão, em Blumenau, Santa Catarina, Dr. Mauro Sérgio Kreibich, alerta que a medida mais eficiente para evitar os problemas relacionados ao tabagismo é óbvia: reduzir o consumo de cigarros e a exposição à fumaça. Além do cigarro, outro grande vilão aos pulmões é a poluição causada pela fumaça. “A fumaça pode permanecer no ar por até cinco horas, colocando aqueles expostos ao risco de câncer do pulmão, doenças respiratórias crônicas, e redução da função pulmonar”, explica.

A cada tragada de um cigarro, a pessoa inspira mais de 4.200 substâncias danosas à saúde pulmonar, como nicotina, alcatrão, monóxido de carbono, entre elas, substâncias comprovadamente cancerígenas. “Os problemas causados pelo tabagismo são inúmeros, entre as doenças em decorrência do fumo, podemos citar a, bronquite, enfisema pulmonar, trombose, tuberculose, doença coronariana e até mesmo infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral”, diz.

Devemos lembrar sempre que aquelas patologias que não são causadas diretamente pelo fumo, serão certamente agravadas pelo contato com o tabagismo ativo ou passivo. “Neste, particular é necessário destacar o Narguile ou Shisha, utilizado de forma crescente pelos jovens com potencial danoso, muito maior que o cigarro”, explica.

Kreibich também ressalta que “para conseguir abandonar o vício, é preciso abordá-lo do ponto de vista comportamental e eventualmente farmacológico. O tabagismo é uma doença epidêmica, que causa a dependência física, levando a dificuldade de parar de fumar. Mas, por meio da ajuda médica e tratamentos, oferecido tanto nas redes públicas e privadas de saúde, é possível sim, largar o vício”, finaliza.

Sobre o Hospital

O Hospital Dia do Pulmão atua em Blumenau desde 1982, com prestação de serviços voltados ao diagnóstico e tratamento de doenças respiratórias. Destacam-se nesta trajetória pioneira, a introdução da fisioterapia respiratória e pneumologia pediátrica.

Além de atendimento nas áreas de pneumologia, alergologia, otorrinolaringologia e cirurgia torácica, o Hospital do Pulmão conta com serviço de Pronto Atendimento, consultórios, exames e tratamentos. Outro diferencial é a sala de vacina, reconhecida e acreditada pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), pela excelência dos profissionais, de suas instalações, de sua organização administrativa e funcional e obediência à legislação.


Bruna G. Ziekuhr – Presse

Topo
Open chat
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by