banner
Brasil

Com crescimento de 17% no volume de ativos, Sistema Ailos encerra 2018 com mais de 700 mil associados

A meta é chegar a um milhão até 2020. Em 12 meses as cooperativas do Sistema atraíram 90 mil cooperados

Com crescimento de 17% no volume de ativos, Sistema Ailos encerra 2018 com mais de 700 mil associados 1O modelo cooperativista está conquistando cada vez mais os brasileiros. Prova disso é o aumento no número de cooperados que fazem parte do Sistema Ailos. De dezembro de 2017 para dezembro de 2018, a instituição teve um crescimento de 14,3%, passando de 616 mil cooperados para 704 mil. Foram quase 90 mil novos associados no período de um ano. A meta é completar um milhão até o final de 2020.

Além disso, a instituição chegou a mais de R$ 7,3 bilhões em recursos totais administrados, um aumento de 17% no período. Com relação ao saldo total em depósitos, o Sistema Ailos alcançou a marca de R$ 5,1 bilhões, representando um crescimento de 15,8% quando comparado a dezembro de 2017, o que indica o aumento da confiança do cooperado no modelo. A evolução nas operações de crédito também foi expressiva, com crescimento de 19% no último ano, atingindo R$ 3,4 bilhões.

Para Ivo José Bracht, diretor executivo da Central Ailos, além dos benefícios para a própria vida financeira, o cooperado passa a compreender de que forma o modelo impacta diretamente a comunidade em que ele está envolvido. “O retorno das sobras, claro, é um momento individual importante. Mas, somadas todas as cooperativas, o resultado econômico social foi superior a R$ 1,2 bilhão”, explica. Neste valor, mais de R$ 292 milhões representam a distribuição das sobras. O restante, trata-se da economia alcançada pelos cooperados ao realizarem suas movimentações financeiras nas cooperativas do Sistema Ailos, ao invés de optarem pelo sistema tradicional dos bancos. “Com o valor poupado, o recurso financeiro permanece na economia local trazendo benefícios para a comunidade”, diz.

Mas não é só isso. Para o presidente da Central Ailos, Moacir Krambeck, quando paga menos por estas operações e entende que o resultado gerado por suas movimentações ainda está sendo dedicado a ações com benefícios para a sua comunidade, o cooperado percebe que é atendido por uma instituição financeira dedicada a promover o bem-estar e a qualidade de vida. “E isso é o que motiva esse grande movimento cooperativista em todo o mundo”, acrescenta.

Outro destaque de 2018 é a receita com produtos e serviços que cresceu 27%. “Depois de conhecer as cooperativas e entender que, além do propósito de gerar valor e cidadania financeira para as pessoas, elas ainda oferecem soluções aderentes às necessidades dele, o cooperado acaba aumentando o volume de operações realizadas com a instituição”, acrescenta Ivo.

Para sustentar este crescimento, investimentos em tecnologia da informação também foram realizados ao longo do último ano. Este pilar que é parte fundamental para o modelo de negócio, conta com uma equipe focada na busca de soluções adequadas para as necessidades deste mercado.

O Sistema Ailos conta hoje com 13 cooperativas e 190 postos de atendimento em 71 municípios do Sul do país. São mais de 3 mil colaboradores que prestam atendimento diferenciado aos cooperados.

Ainda como ponto de destaque de 2018, além da mudança do nome para Sistema Ailos, foi o trabalho de disseminação e importância da cooperação e de gerar impactos positivos para suas vidas e comunidades, com o documentário Fazedores. “Entendemos que o nosso cooperado tem esse perfil: de colocar a mão na massa e realizar. Queremos estar ao lado dele, como apoio em ferramentas e conhecimento sobre finanças para impulsioná-lo ainda mais longe”, finaliza Moacir.

Reflexos de uma equipe engajada
Ainda para Moacir, todos os resultados de 2018 são reflexo de um dos pilares mais importantes para as cooperativas do Sistema Ailos: o engajamento dos times. “Trabalhamos para que todos que, diariamente, vivenciam e colocam em prática os princípios do cooperativismo, tenham clara a sua missão dentro do negócio, que é atuar como um agente para a conquista da cidadania financeira das pessoas que se relacionam conosco. Isso transparece nos números”, diz.

Um dos exemplos que mostra essa preocupação com os colaboradores é o reconhecimento estadual e nacional de algumas cooperativas do Sistema Ailos, como melhores empresas para trabalhar. A premiação é realizada pelo instituto norte-americano Great Place to Work em mais de 50 países, sendo um dos mais importantes selos de reconhecimento às organizações que valorizam as pessoas no ambiente de trabalho.

Cidadania financeira ao alcance de todos
O Sistema Ailos trabalha constantemente em busca de formar cidadãos conscientes sobre sua gestão financeira. Para isso realiza diversas palestras e cursos tanto presenciais como a distância com foco na educação financeira, mas que também trazem temas como saúde, empreendedorismo, entre outros. Ao longo de 2018 foram investidos R$ 15,8 milhões e realizados mais de 5,4 mil eventos, totalizando 520.797 participações entre cooperados e comunidade.

Essas ações são realizadas por meio do Programa de Integração e Desenvolvimento de Cooperados e Comunidade (Progrid). É através dele que as pessoas têm a oportunidade de se capacitar de forma gratuita. “Nosso objetivo é levar informação e conhecimento para todos os cooperados e comunidades onde o Sistema Ailos atua. Por isso, o Progrid, tanto presencialmente quanto no EAD, é acessível a qualquer pessoa, independentemente de ser cooperado ou não”, destaca Elaine Aparecida Rodrigues, gerente da Secretaria de Governança Cooperativa e Organização do Quadro Social do Sistema Ailos.

Para conhecer os cursos disponíveis basta acessar www.progrid.coop.br.


Nádia Fontes

Topo