Com Telessaúde, Unimed Blumenau impulsiona atendimento médico remoto na região

Com Telessaúde, Unimed Blumenau impulsiona atendimento médico remoto na região

19 de novembro de 2020 Off Por Redação

 

 

Serviço permite consulta de qualquer lugar, seguindo padrões usuais de atendimento presencial e direcionando clientes ao cuidado certo

Desde que as restrições de mobilidade urbana e isolamento social limitaram a interação entre pessoas, por conta da crise causada pela pandemia do novo coranavírus, os serviços de telemedicina passaram a ser uma alternativa essencial para atender às necessidades de consultas e cuidados médicos. Com plataformas que permitem com que consultas sejam feitas de qualquer lugar, seguindo todos os padrões de atendimento, a Unimed Blumenau adotou o Telessaúde – modelo inovador que amplia o combate à doença em sua região de atuação, desde o mês de abril.

A decisão de implantação do serviço seguiu as diretrizes de órgãos governamentais, regulatório e o conselho de classe médica, com os princípios básicos de utilização: privacidade, proteção de dados e sigilo. “Uma ampla gama de tecnologias digitais pode ser utilizada para aprimorar estratégias de saúde, e a pandemia gerou de forma rápida, a oportunidade de utilização da era digital para fins de assistência, pesquisa, prevenção e promoção à saúde”, destaca o diretor presidente da Unimed Blumenau, Dr. Alexandre José Ferreira.

O Telessaúde Unimed Blumenau estabelece consultas por videochamada, inicialmente para 16 especialidades, disponíveis através do site www.telessaudeblumenau.com.br onde o paciente agenda a consulta por WhatsApp, diretamente com a clínica do médico. No atendimento remoto ele passa por uma avaliação inicial e, se necessário, é encaminhado para a consulta presencial em horário marcado. O uso de plataformas deliberadas aos médicos cooperados à Unimed Blumenau para a utilização deste serviço remoto, conta com requisitos técnicos de nível de segurança 2 (utilização de certificado digital), termo de ciência por parte do beneficiário, e como recomendação, o Protocolo Hipaa (Health Insurance Portability and Accountability Act), utilizado na legislação dos EUA para operadoras de planos de saúde.

Desde o início da pandemia, além de iniciar a regulamentação de plataformas para utilização da telemedicina, a cooperativa médica também disponibiliza aos seus clientes a Central de Atendimento Coronavírus, através do 0800 647 0026 – opção 4, devendo o beneficiário estar de posse do CPF e do cartão do plano de saúde, para esclarecer dúvidas e receber atendimento em caso de necessidade.

O Telessaúde estimula os clientes Unimed a buscar atendimento sem sair de casa, contribuindo para reduzir o risco de contato com outras pessoas e minimizar as demandas de emergências e outros serviços de saúde. No Brasil, até a eclosão da pandemia, a telemedicina só poderia ser utilizada depois de uma consulta presencial, com um médico. Mas com a alta demanda de atendimentos dos últimos meses e a necessidade de diminuição da circulação de indivíduos, a estratégia de atendimento remoto tem se tornado cada vez mais comum.

Perspectivas para o futuro 

As perspectivas em relação à telemedicina no Brasil são positivas, segundo Dr. Alexandre José Ferreira. Especialista em cardiologia, o médico considera promissor o avanço que este serviço teve nos últimos meses. “A telemedicina será cada vez mais utilizada no futuro e com toda certeza sairá fortalecida deste período de rápidas e intensas transformações, assim como todo o sistema de saúde. Será um ganho para toda a sociedade, como também uma ótima oportunidade sustentável na área assistencial da saúde”, conclui. A pandemia do novo coronavírus desafiou o Sistema Unimed a avançar com agilidade no modelo da telemedicina, respondendo a uma nova realidade de mercado e reduzindo o risco de superlotação da rede própria.

 


Unimed Blumenau
Stefanie Herz
Jornalista