banner
Política

“Corrupção não combina com democracia”, declara Jorginho Mello ao votar pelo impeachment

discurso_gustavolimaNos 18 segundos em que declarou seu voto, o deputado federal Jorginho Mello (PR) afirmou votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff “por entender que corrupção não combina com democracia”. A admissibilidade do impeachment foi aceita pela Câmara dos Deputados por 367 votos a favor e 137 votos contra, abstenções e faltas.

O deputado Jorginho Mello já havia anunciado sua posição favorável ao impeachment logo que o processo foi aceito para julgamento da Câmara dos Deputados. “Não se aguenta mais falar em corrupção, o desemprego está aumentando e o Governo Federal não têm mais condições morais de se manter”, explicou o parlamentar à época.

Presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, Jorginho Mello conhece a dificuldade dos pequenos negócios em sobreviverem. “É um momento de dificuldade, com mortalidade de 200 mil empresas em 2015, 62% dos pequenos negócios passam por dificuldades econômicas e o nosso PIB de 3,8%”, falou.

De acordo com o deputado, a crise econômica é uma consequência da crise política, ética e moral que o Brasil está vivendo, como a corrupção na Petrobrás e a Operação Lava-Jato. “Foram 10 milhões de demissões, o desemprego está em 8,2%, a maior taxa desde 2009, e a previsão é de fechar mais 250 mil postos de trabalho”, enumerou o deputado durante o discurso no plenário.

Confira na íntegra o vídeo do voto do deputado federal Jorginho Mello a favor do impeachment: www.facebook.com/jorginhomello.sc/videos/688005331337299/

 


Rafael Wiethorn

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by