Gaspar – Em encontro com a Celesc, Acig reivindica melhoria na rede de abastecimento da cidade

Gaspar – Em encontro com a Celesc, Acig reivindica melhoria na rede de abastecimento da cidade

24 de agosto de 2020 Off Por Redação

 

 

Empresários de Gaspar relatam constantes quedas de energia elétrica em alguns bairros e solicitaram apoio da instituição para uma resolução do problema. Segundo levantamento da própria entidade, problema atinge a cidade há décadas

 

No meio do dia, com a operação na empresa em pleno vapor, uma queda de energia atrapalha a continuidade da produção. O fato, recorrente em vários bairros de Gaspar, tem tirado o sossego de alguns empresários – que descontentes com a situação, buscaram através da Associação Empresarial da cidade (Acig) uma ajuda para resolver o problema.

“Nós estamos situados no bairro Margem Esquerda e infelizmente essas quedas de energia são bem comuns. O nosso administrativo e nossa produção ficam parados. Os prejuízos não inúmeros”, afirma Rodrigo Arns, sócio-empresário de uma empresa de fios.

Verificando os arquivos da Acig, a direção da entidade notou que este tipo de ocorrência é de décadas atrás, inclusive de moradores da cidade. “Encontramos reivindicações desse gênero que datam de julho de 1991. Então percebemos que essa questão das oscilações de energia elétrica precisam de uma atenção especial. Por isso fomos atrás de representantes da Celesc para entender por que isso acontece em Gaspar”, comentou Nelson Bornhausen, presidente da Acig.

O encontro foi virtual e contou com a participação dos representantes da Associação Empresarial, além de Sandro Levandoski, Diretor de Distribuição da CELESC, Cleicio Poleto Martins, presidente da Celesc e Celso Oliveira, secretário de desenvolvimento econômico de Gaspar. Questionado sobre os problemas de queda de energia, o presidente da Celesc mostrou um gráfico que ilustrava os pontos de transformadores sobrecarregados no estado. “Pelo menos 55% desses transformadores estão operando com capacidade superior a que deveriam. Estamos em um trabalho intenso de readequação desses equipamentos e substituição das fiações que estão ultrapassadas”, esclareceu Cleicio. Ele também explicou que as quedas de energia podem estar ocorrendo por conta dos fios mais antigos serem muito suscetíveis e acabam enviando mensagens equivocadas ao sistema de distribuição de energia, que entende ser algum problema e corta o fornecimento. “Esses fios estão sendo substituídos por cabos de proteção, mais seguros e mais estáveis. Os antigos desarmam com mais frequência e por questões de segurança do sistema e precisamos mudar isso”, completa.

Segundo o presidente da Celesc, parte dos cabos de energia elétrica do bairro Figueira será substituído em breve, porque já existe um processo de licitação aberto para essa finalidade. “Questionamos, então, como ficam as outras localidades do município e o sr. Cleicio disse que as previsões são feitas para o período de um ano. Como é um tempo considerável, solicitamos alguma agilidade para que este problema seja resolvido de uma vez por todas”, apontou Nelson.

Assim para que a Celesc possa entregar as melhorias na infraestrutura de fornecimento de energia elétrica em Gaspar, a Acig deve fazer um levantamento para identificar quais são os bairros que apresentam oscilação e instabilidade e passar a relação em um documento para que a central da Celesc em Florianópolis possa identificar em qual conjunto está a unidade consumidora e oferecer melhorias.

“Nós já estamos realizando uma compilação detalhada sobre as empresas que estão sendo prejudicadas com as oscilações de energia elétrica para mapear os bairros prejudicados. Por isso, solicitamos que os empresários, independente de serem associados ou não, entrem em contato conosco também para informar se o seu negócio enfrenta esse tipo de dificuldade”, ressalta Nelson. O contato com a Acig pode ser feito através do telefone (47) 3332-1371, WhatsApp 9 9637-4879 ou pelo e-mail [email protected].


Roberta Koki
Jornalista
Trevo Comunicação