Em meio a tantas incertezas, o que nos resta é a prevenção!

Em meio a tantas incertezas, o que nos resta é a prevenção!

16 de julho de 2020 Off Por Redação

 

Por Farmacêutico Elton Possamai

Se tem uma coisa que 2020 nos trouxe foi reflexão. Desde os dias em casa no isolamento, até o fato de não poder abraçar e beijar o outro, e os inúmeros questionamentos do que funciona ou não em meio a essa pandemia. A ciência está aí para explicar, mas também precisa do seu tempo para compreender efeitos e resultados. Enquanto isso a comunidade busca resposta sobre as ações mais eficazes para evitar a COVID-19.

Estamos lidando com algo novo para nossa realidade. Por isso, os gestores estão mobilizando suas equipes, profissionais para fazer o possível para proteger a comunidade, e principalmente conscientizar sobre a prevenção. Sabemos como é difícil ficar em casa sem uma festa, sem ver os amigos, sem dar aquele “rolê”, porém acima de tudo, estamos falando de saúde, de saúde pública. Porque a sua contaminação pode ser a de muitas outras pessoas. O uso da máscara é totalmente eficaz? Se eu tomar ivermectina eu nunca vou pegar? Não temos certezas para muitas perguntas, por isso o que nos resta é nos prevenir.

O que sabemos é que cada pessoa reage de forma diferente ao COVID, e que as pessoas que possuem comorbidades, as “doenças” se tornam mais suscetíveis ao vírus. Sabemos também que não é simplesmente testar quando se acha melhor, mas quando existe um critério acolhido pelo médico para que isso ocorra, diante da análise de sintomas e janela imunológica.

Quando a pessoa testa positivo e está em boas condições, precisa cumprir o protocolo e permanecer no isolamento social, para evitar que outras pessoas sejam contaminadas. Alias, você já pensou no que vai fazer se testar positivo? Já traçou estratégias de quem vai ao mercado para você ou vai ajudar nas ações externas?

São tantas dúvidas quem podem e devem ser tiradas com os profissionais que possuem conhecimento sobre a situação, para evitarmos assim, as famosas “Fake News”. Vejo muita gente compartilhando tudo que aparece no facebook ou mesmo nos portais de informação. Precisamos estar atentos e buscar melhor as fontes de onde retiramos as notícias. Muitos questionamentos podem ser sanados nas Unidades de Saúde ou no próprio Hospital.

Estamos vivendo um momento delicado, de medo, incertezas e questionamentos. Momento de olhar para a família, ajudar quem podemos, valorizar as pequenas coisas da vida, proteger quem amamos, e acima de tudo criarmos a consciência de que a nossa vida depende de nossas escolhas. É hora de se responsabilizar por nossos atos, lutar pelo que acreditamos e ter mais empatia pelo próximo. É hora de sermos melhores do que ontem.

Juntos podemos superar esse desafio e sermos ainda melhores e mais felizes.