Especialista dá cinco dicas para se organizar financeiramente e passar 2021 no azul

Especialista dá cinco dicas para se organizar financeiramente e passar 2021 no azul

22 de fevereiro de 2021 Off Por Redação

 

 

Os primeiros meses do ano são sempre um desafio quando o assunto é finanças, não é mesmo? São diversas contas a pagar e você acabou de sair de um período de celebrações e presentes, ou seja, é hora de retomar a rotina. A boa notícia é que ainda tem muitos dias e meses pela frente, e o especialista em gestão de finanças do Ailos, Diogo Anderson Angioleti, separou algumas dicas importantes para você se organizar financeiramente e tirar alguns sonhos, transformando-os em projetos de vida para 2021.

  1. Organização é a chave.

A primeira dica, na verdade, regerá todas as demais, afinal de contas, com organização é possível acertar todas as contas, fugir do endividamento excessivo e ainda investir em algo que você realmente deseja. Faça um orçamento doméstico pessoal sem esquecer de incluir a sua família com previsão anual. Não devemos nos planejar apenas para o mês e, sim, para o ano todo, justamente porque existem dívidas sazonais, desta forma, é mais fácil conquistar objetivos e fugir das tentações das compras desnecessárias. O objetivo principal do orçamento é não se endividar demais, gastando menos do que se ganha. Você pode elaborar sua organização por meio de registro em uma planilha, aplicativos ou mesmo em um caderno de anotações.

  1. Quer viver com as contas no azul? Então seja prático.

Comece anotando tudo o que você ganha e o que você gasta ou pensa em gastar. Agrupe as receitas (salário e qualquer renda extra que você receber) e também as despesas separadas em grupos, por exemplo: luz, água e internet ficam no grupo da habitação; mercado e padaria ficam no grupo alimentação, e assim por diante. Fazendo isso, você conseguirá analisar com bastante clareza qual o grupo que está gastando mais e ver se são coisas realmente importantes, ou se você pode cortar certos gastos e economizar. Seja claro e objetivo, tenha também um plano para seus investimentos, seja uma viagem ou a realização de qualquer outro sonho, pois poupar tendo um objetivo em mente nos ajuda a ter mais compromisso. Mesmo que nos primeiros meses seja difícil, persista, assim você vai criar o hábito de poupar.

  1. Tenha disciplina e dedicação.

Se você já está endividado, é preciso parar e se conscientizar sobre o que você deve, liste todas as pendências e crie um plano para a ação. Verifique as contas e priorize as que têm juros, além de analisar quais são mais fáceis de renegociar, garantindo mais tempo para quitá-la. Em último caso, é possível buscar crédito, porém, é preciso ter muito cuidado, já que com ele sua dívida não desaparece, ela apenas passa para outro local e é parcelada. O ideal mesmo é ter uma reserva financeira para não passar por estes momentos de dificuldade. Ah! Lembre-se de viver de forma planejada garante sua contínua capacidade de compra, ao contrário da vida privada por causa de exageros.

  1. Não menospreze o pouco e invista!

Primeiro precisamos entender que poupar e investir são duas coisas diferentes. Poupar é quando você gasta menos e guarda o dinheiro que sobrou naquele mês. Já investir é escolher um produto financeiro que mais se adeque ao ser perfil. Existem produtos financeiros de todos os tipos, desde os mais seguros até os mais arriscados, como a bolsa de valores, por isso, é necessário pesquisar bastante e contar com a orientação de um profissional. Faça um “boleto para você mesmo” e poupe, nem que seja um pouquinho todo mês para criar hábito. Se você for cooperado de uma Cooperativa Ailos, por exemplo, procure a nossa equipe e peça apoio, assim será possível entender quais produtos são mais adequados para a sua realidade.

  1. Se programar também vale para o lazer!

Os sonhos se realizam por meio das nossas escolhas e esforços. Por isso não podemos agir só com a emoção do momento. Para realizar nossos sonhos precisamos de metas e assim, vamos nos dedicando e poupando durante os meses para alcançar aquilo que queremos. É claro que mesmo durante os meses, temos gastos que não são essenciais, isso faz parte. Precisamos fazer com que esses gastos sejam pensados com cuidado, para não nos trazer dívidas indesejáveis no futuro, ou ainda impedir que venhamos a realizar projetos importantes simplesmente porque não nos organizamos o suficiente e não priorizamos o nosso objetivo.

Se você tiver interesse em aprender mais sobre finanças pessoais, pode acessar o curso gratuito disponível no Progrid EAD. Basta acessar www.progrid.coop.br.

 

Sobre o Ailos

Constituído em 2002, Ailos é um Sistema de Cooperativas de Crédito e conta com mais de 1 milhão de cooperados, 1 Cooperativa Central, 13 cooperativas singulares, mais de 200 postos de atendimento e R$ 11 bilhões em ativos. Com atuação nos três estados do Sul do país, possui cerca de 4 mil colaboradores contribuindo e promovendo o crescimento sustentável e desenvolvimento social das comunidades onde atua. As cooperativas singulares que compõem o Ailos são: Acentra, Acredicoop, Civia, Credcrea, Credelesc, Credicomin, Credifoz, Crevisc, Evolua, Transpocred, Únilos, Viacredi e Viacredi Alto Vale.

Sistema Ailos

 


Oficina das Palavras:
Elaíse Cidral