banner
Brasil

Fuja do Tédio! As habilidades mais cobiçadas pelo mercado de trabalho precisam do lado certo do cérebro!

Muitos profissionais acabam permitindo que grande parte o seu dia de trabalho fique no piloto automático para aliviar a carga das tarefas, que muitas vezes é sobrecarregada. O problema disto é acabar deixando decisões importantes esperando ou pior, acabar tomando decisões erradas, por simplesmente não utilizar o lado correto do cérebro.

Solução de problemas, trabalho em grupo, facilidade de comunicação, pensamento crítico, iniciativa, conhecimento técnico, liderança e capacidade de negociação são as habilidades mais cobiçadas pelo mercado de trabalho, conforme pesquisa realizada pela Universidade Braz Cubas, de São Paulo. Porém, todas estas habilidades requerem que do cérebro as funções sofisticadas como o raciocínio, o autocontrole e o planejamento, que dependem da atuação do modo de descoberta do cérebro, chamado Neocórtex.

O fato é que a maioria das vezes as pessoas estão justamente agindo no modo automático, com o sistema instintivo que utilizam áreas do cérebro chamadas Límbico e Reptiliano. São elas as responsáveis por automatizar grande parte das tarefas do cotidiano, pegando atalhos rápidos que filtram aquilo que consideram irrelevantes.

“Exemplo disso é quando estamos tão acostumados com alguma atividade, que a cumprindo de maneira automática ela ficará entediante e podemos deixar passar detalhes que fariam diferença. Quantas vezes você deixou passar um pequeno detalhe de um documento por ter analisado ele de maneira automática? Ou produziu algo “nas coxas”, sem prestar atenção que poderia fazer diferente e melhor?” avalia a coach Katia Demeneck, especialista em desenvolvimento de líderes.

Para fugir do tédio e estar focado nas habilidades que garantem destaque no mercado de trabalho é preciso treinar o lado certo do cérebro, que faz a pessoa pensar mais, ter mais clareza em relação às situações e problemas, assim você fica mais motivado por recompensas, reconhecimento, pertencimento social e aprendizados.

Mas não podemos agir no piloto automático em nenhum momento? Claro que pode! É preciso entender que o neocórtex é uma parte do cérebro que se esforça muito, tem capacidade limitada e se cansa rapidamente. Então você precisa agir de forma crítica e analítica nas atividades que te destacam como profissional e delegando ou sistematizando outras atividades, para não chegar à exaustão.

Fique atento! Sua forma de cuidar da mente e do corpo tem um impacto direto e imediato sobre o desempenho do cérebro. Afeta as funções cognitivas quanto as emocionais. O sistema deliberado tem um desempenho muito melhor quando você dorme bem, prática alguns momentos de atenção plena e reserva momentos para pensar em nada, como nos momentos de lazer, além de ter uma alimentação equilibrada.

Treinamento

Há muitas pessoas que percebem as habilidades citadas acima apena como dons que algumas pessoas tem e outras não, mas isto é equivocado. As pessoas podem ser condicionadas através de exercícios e atividades que podem ser elaboradores por especialistas e treinamentos específicos, focados na neurociência e técnicas de coach.

Outra questão fundamental está ligada ao ambiente de trabalho do qual está exposto. Estar em um ambiente de trabalho saudável, do ponto de vista de relacionamentos, metas, desafios terá maior produtividade sem tanto desgaste. Por isto que as empresas estão cada vez mais preocupadas com o bem estar dos colaboradores.

Texto: Iuri Kindler – Assessoria de Imprensa
Foto: Imagem/reprodução

Topo