banner
Política

Governo do Estado lança plano de estudo do Rio Camboriú

20130518071639_IMG_7028Para conhecer a capacidade e qualidade hídrica, traçar estratégias e definir metas para recuperação e proteção da bacia hidrográfica do Rio Camboriú, o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini, assinou nesta quarta-feira, 13, a autorização dos trabalhos de elaboração do Plano de Bacia do Rio Camboriú.

O evento aconteceu em Camboriú, no auditório do Instituto Federal Catarinense, e contou com a presença da comunidade, estudiosos do tema o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Itajaí, Aquiles Costa e o vereador de Balneário Camboriú, Roberto Souza Júnior. “Esta é uma política pública duradoura de recursos hídricos, que visa preservar este que é o bem mais valioso para nossa vida. A agricultura, o setor produtivo, para tudo precisamos de água, então vamos usar ela de forma consciente e vamos estudar o seu uso, para que não falte no futuro”, salientou o secretário Chiodini.

O investimento será de R$ 1.143.433,26, proveniente do Fundo de Recursos Hídricos (Fehidro), administrado pela SDS. O estudo, com prazo de execução de 18 meses, é dividido em três etapas: diagnóstico da bacia do Rio Camboriú, identificação de cenários futuros e, por fim, estratégias de conciliação entre as necessidades hídricas e a demanda levantada.

De acordo com o diretor de Recursos Hídricos da SDS, Bruno Beilfuss, o estudo irá atender as diretrizes do Plano Nacional de Recursos Hídricos. “Para atingirmos este objetivo é fundamental a participação de todos que se preocupam com os recursos hídricos para que se produza um plano consistente, real e representativo”, esclarece.

A solenidade foi realizada durante o 3º Simpósio Técnico sobre a gestão local da água, promovido pelo Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú. Segundo o presidente do Comitê, Paulo Ricardo Schwingel, este é um momento muito importante para todos que usam as águas do Rio Camboriú. “O plano é o principal instrumento legal de gestão da água. A partir dele, poderemos pensar no uso atual e futuro desse recurso com mais clareza”, disse.

Foto – Rodrigo Souza


Fabio Lima
Coordenador de Comunicação – JP5823/SC
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by