banner
Notícias

Inclusão social – Timboense brilha na natação nos Parajesc

João Vitor Ferreira  foi destaque nos Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina em Itajaí de 1º a 4 de agosto

Nadador brilhou nos Parajesc

Timbó – Chegou ao fim neste domingo, dia 4, a quarta edição dos Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina(Parajesc), realizados em Itajaí, desde o dia 1º. Depois de quatro dias de intensas competições e muito esforço para superar os limites físicos, 416 paratletas representando 59 municípios e 215 escolas, disputaram oito modalidades, entre elas, a natação. E, foi justamente na piscina do Clube Itamirim, que o timboense João Vitor Ferreira, 17 anos, representando a Escola Ruy Barbosa,  acabou brilhando com a conquista do ouro nas provas dos 50 metros livre e 100 metros costas. O resultado foi muito comemorado pois tratava-se da primeira competição oficial de Ferreira, que treina desde maio de 2011 na Aqua Fitness sob a supervisão da treinadora Kelly Schumann. O timboense também havia  vencido os 100 metros peito mas foi desclassificado por ter tocado o pé no fundo da piscina, o que não é permitido pelo regulamento- “Foi pela simples falta de experiência, mas tenho certeza que ele pode melhorar muito a sua performance, principalmente agora que ele sabe que pode fazer ainda melhor”  afirma a treinadora.

Sentimento de Humanidade

O pai Giovane Ferreira, ficou imensamente feliz e orgulhoso com os resultados do filho-“ destaco que  nos ParaJesc o sentimento de participação tem um significado muito importante de inclusão e auto estima, independente dos resultados. O espirito e a atmosfera mostra o quanto esses jovens podem fazer, mesmo com suas limitações eles dão um verdadeiro exemplo de superação e solidariedade. O sentimento de humanidade brilha mais que as medalhas ”  comentou.

Em Londres

O professor de Educação Física e administrador da Aqua Fitnees, Wagner Marschner disse que  João Victor agora  vai iniciar uma rotina de treinamentos para outras competições, como  os Parajasc e outras etapas em  nível nacional. Em 2012, Marschner, a convite da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), foi  observador das Paralimpiadas de Londres, e na oportunidade acompanhou as provas de natação-“ em menos de um ano já vemos surgir aqui na Aqua fitness um garoto com potencial para participar em eventos como este.Saber que o João Vítor foi muito bem na etapa estadual é o inicio promissor”,  conclui o professor.
Vale lembrar que maior fenômeno mundial da natação, o atleta Michael Phelps iniciou sua carreira por recomendação psicológica, pois ele na infância sofria de TDAH (Transtorno de Défice de Atenção e Hiperatividade) e a natação mudou completamente a sua  vida.

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by