Lançamento: livros infantis contam a história de animais que vivem no Zoo Pomerode e ainda ajudam a manter o parque

Lançamento: livros infantis contam a história de animais que vivem no Zoo Pomerode e ainda ajudam a manter o parque

3 de novembro de 2020 Off Por Redação

 

 

Coleção Novo Lar apresenta as jornadas do urso Bob, do pinguim Pingo e das elefantas Quênia e Lica, que foram resgatados pelos órgãos de proteção animal. Além de contribuir para o funcionamento do espaço, livros ainda educam sobre a importância da preservação

Histórias não faltam no Zoo Pomerode. O maior zoológico de Santa Catarina é referência nacional no acolhimento a animais resgatados, graças a uma estrutura física e um time multidisciplinar que aliam dedicação e técnica para a sobrevivência das espécies. O público é uma parte fundamental desse trabalho, já que 97% dos recursos para a manutenção do espaço vem da venda de ingressos.

Em virtude da pandemia, o Zoo Pomerode ficou dois meses completamente fechado. Desde que reabriu com todas as medidas de segurança, o parque recebe cerca de 20% do público anterior. Ainda assim, não arrefeceu nos cuidados com os mais de mil animais que vivem lá.

Para disseminar o olhar que todos devemos ter em relação a essas espécies, o Zoo Pomerode lança a coleção Novo Lar. São três livros infantis que trazem as histórias de animais que foram resgatados pelos órgãos ambientais e hoje vivem no parque. Todo o lucro do projeto será revertido para a manutenção do espaço. Para adquirir os seus exemplares ou obter mais informações, o link é novolar.zoopomerode.com.br.

De acordo com o presidente da fundação sem fins lucrativos mantenedora do espaço, Maurício Bruns, os livros reforçam a importância da educação ambiental desde a infância. “Nossos projetos de visitação de escolas são muito ativos no sentido de mostrar para crianças de todas as idades a necessidade de cuidar dos animais em todos os ambientes. Os livros levam essa narrativa para a casa das pessoas que ainda não se sentem confortáveis em visitar o parque e ainda apoiam na manutenção do Zoo Pomerode”, diz.

O texto é assinado por Maikon Werner, as ilustrações são de Diego Cadorin e a organização do projeto é de Marina Melz.

As histórias 

Bob é um urso que cresceu em uma jaula, sendo exibido para os visitantes de um circo. Quando foi levado para o Zoo Pomerode, as grades foram serradas para que ele começasse uma nova vida.

As elefantas Quênia e Lica são amigas de uma vida toda. Viviam juntas, acorrentadas pelos pés, em um circo por 40 anos. No livro, elas lembram da realidade anterior e mostram como a vida mudou.

Já Pingo é um pinguim que passeava com os amigos no litoral catarinense, quando foi atingido por uma lancha. Ele perdeu movimentos como andar e abrir o bico. No Zoo Pomerode, os profissionais do time o apoiam na alimentação e também o colocam para nadar.

Todas as histórias são contadas de uma forma lúdica para as crianças. Ao final dos livros, uma página dedicada aos adultos relata com detalhes a história dos animais, que podem ser compartilhadas com as crianças da forma como os pais entenderem ser saudável para cada idade.


Marina Melz