banner
Notícias

Linhas de fumaça de aviões causam curiosidade da população do Vale do Itajaí

Foto: Adriana Koch Müller Rosa

A população de todo o Vale do Itajaí ficou curiosa no início da tarde dessa terça-feira, após ver rastros de linhas de fumaças de aviões no céu.

Informações indicam que este avião seguia em direção a Porto Alegre e como não conseguiu pousar, desviou a rota e teve que esperar abrir uma em Joinville, onde de fato, retornou. Porém, em alguns locais, vê-se o rastro de até cinco aeronaves.
Taió, Rio do Sul, Rio do Campo, Jaraguá do Sul, Pomerode, Vitor Meirelles, Ibirama, Timbó e outras cidades da região confirmaram o mesmo fenômeno.
A discussão sobre os reais motivos tomaram as redes sociais e até agora, nenhuma informação oficial foi repassada.
Trilhas de condensação no céu de Santa Catarina
As trilhas de condensação ou rastros dos aviões vistas na segunda-feira serão observadas novamente nesta terça e na quarta-feira no céu de Santa Catarina.
Como se formam: As trilhas de condensação, mais conhecidas por rastros dos aviões, se formam pela condensação de água. Gotículas de água resfriadas (-35°C) estão em suspensão no nível de voo do avião, entre 10 e 12 mil metros de altitude. O calor de exaustão das turbinas dos aviões podem ultrapassar 300°C e em contado com as gotículas resfriadas na atmosfera, forma vapor d´água, visível em forma de trilhas (trilhas de condensação).
Fonte sobre as trilhas de condensação: Gilsânia Cruz e Marilene de Lima – Meteorologistas (Agradecimento: Defesa Civil de Taió)

Informação: Educadora

Topo