Nutricionista dá sugestões para ceia de Natal mais barata e nutritiva

Nutricionista dá sugestões para ceia de Natal mais barata e nutritiva

2 de dezembro de 2020 Off Por Redação

 

 

Pequenas adaptações no cardápio podem deixar refeição saborosa, saudável e mais em conta

Com a alta dos preços dos alimentos, a ceia de Natal dos brasileiros deve ser ainda mais econômica e com várias adaptações no cardápio deste ano. De acordo com o IBGE, insumos como arroz, carne e óleo de soja aumentaram cerca de 20% em 2020, em meio outros transtornos financeiros provocados pela pandemia, como a redução do décimo terceiro. Todo esse cenário está refletindo no bolso do brasileiro e fazendo com que a criatividade seja a chave para o planejamento de uma ceia mais em conta na mesa natalina. Mas não menos saborosa.

Para a nutricionista Ediane Toscano, professora da Estácio, é possível fazer uma ceia com alternativas mais baratas e com melhor valor nutricional. “As proteínas costumam ser o mais caro em uma ceia natalina, então, um bom substituto para o peru é o frango, que pode ser recheado com uma farofa em que se substitua uma parte da farinha de mandioca por aveia, que é rica em fibras, auxilia no controle da glicemia, diminui a taxa de absorção de açúcar e ajuda na saciedade”, exemplifica.

“O lombo de porco é outra fonte de proteína que pode ser o prato principal. Como as pessoas costumam assá-la no forno, a carne tende a ficar mais seca, então pode servir acompanhada por molho de laranja ou abacaxi, que são frutas da época, mais baratas que as frutas secas, figo e pêssego, muito usadas para decoração. O que ainda contribui para deixar a ceia mais barata é usar as frutas da safra, como abacaxi, manga, maracujá, que por estarem na época, são mais ricas em seus compostos nutricionais e saem mais em conta do que as importadas”, sugere a nutricionista.

A professora indica ainda substituir o tradicional arroz com uva-passa e presunto, por um arroz colorido com os vegetais disponíveis em casa: cenoura, pimentão, milho, vagem e ervilha podem ser usados para um acompanhamento com alto valor nutricional.

“Um assado de vegetais é uma outra opção prática e de custo reduzido, além das saladas que podem ser feitas com folhas verdes como alface, rúcula, e frutas como manga, abacaxi e maçã. Para a sobremesa, um clássico que é a rabanada, pode ser assada no forno em vez de frita no óleo”.

 

Márcia Oliveira – Jornalista