banner
Internet

O mercado local de Telecomunicações

Imagem de Republica por Pixabay

Algumas das facilidades que temos hoje, há alguns anos, eram difíceis de se imaginar. A tecnologia mudou muito e graças a ela temos o GPS do carro, a videochamada por aplicativos, jogos online. Porém, além do advindo da tecnologia, não podemos nos esquecer que todos estes serviços dependem da operatividade de uma empresa de telecomunicações. E neste cenário com cada vez mais dispositivos por pessoa, não somente as empresas de tecnologia evoluíram, mas também os provedores do serviço.

Acompanhar estas tendências deste mercado é tarefa fundamental para prever os próximos passos do segmento de telecomunicações no país.  A Selectra, empresa líder mundial em consultoria do cliente de telecomunicações e energia, e no Brasil conhecida como Podecomparar, analisa o mercado de telecomunicações em Santa Catarina, especificamente o Vale do Itajaí, que se destaca fortemente neste mercado nas últimas décadas.

As telecomunicações no Brasil:

O mercado de telecom é popularmente conhecido pelo grande público, com grandes empresas desenvolvendo o mercado. O Brasil está na 5ª posição como maior rede de telecom do mundo, segundo dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Este mercado gera mais de 500 mil empregos na área.

Porém, em uma rápida análise sobre os três grandes mercados do setor podemos ver que a banda larga está em amplo crescimento e vem ganhando muitos novos clientes. Ainda segundo a Anatel, no último ano foi registrado um total de 30,54 milhões de contratos ativos de banda larga, levando o Brasil a 6ª posição no ranking mundial de assinantes de banda larga fixa. Em Santa Catarina, de 2018 para 2019 houve um aumento de aproximadamente 9% no acesso à banda larga pela população.

Dentro deste cenário otimista das telecomunicações, vale mencionar a nova tendência em crescimento: as operadoras regionais de telecom. Com um aumento de 290 mil assinaturas somente de internet banda larga em 2019, este grupo de prestadores locais comprova a premissa de que sim, os consumidores estão mudando e o velho mercado tem sim novos poderosos concorrentes.

Provedores regionais de telecomunicações:

A tendência na busca por novos provedores de telecomunicações locais não é fruto somente da crise ou pela busca por melhores preços, mas sim na mudança de hábitos dos consumidores. Serviços rápidos, digitais, on demand e de qualidade é o que busca o novo consumidor.

Neste aspecto os timboenses têm muito do que se orgulhar. A região conta com a operadora Unifique, que é destaque na Pesquisa de Satisfação dos clientes, feita pela Anatel em 2018.

A operadora tem notas altas na categoria de Canais de Atendimento (8,46), como demonstra o gráfico abaixo:

A Unifique faz um ótimo trabalho ao investir na infraestrutura de fibra óptica e levar essa conexão de alto desempenho aos seus clientes. Sua redes de fibra óptica começou a ser construída em 2006 com apenas 30 quilômetros iniciais. Hoje este número já evoluiu para os atuais 8.500 quilômetros de fibra.

Além de investir na ampliação da rede no estado de Santa Catarina, a Unifique valoriza a proximidade e atendimento de excelência ao cliente. Com equipes de manutenção de rede próprias que agilizam qualquer eventual reparo e manutenção, a operadora regional mantém 46 unidades de negócios, entre lojas próprias e revendas parceiras. Naturalmente, colaborou para o fomento da região catarinense, empregando 700 colaboradores, entre diretos e indiretos, e se converteu na maior operadora de telecomunicações 100% catarinense.

Compartilhamento de infraestrutura:

Para que essa expansão de mercado ocorra, foi necessário que o compartilhamento de infraestrutura acontecesse. Então em 2017 a Anatel por meio da resolução 683 aprovou o compartilhamento de infraestrutura à prestadoras de serviço de telecomunicações.

Ao compartilhar redes e infraestrutura, as operadoras de telecom orientam-se não somente à ampliação de cobertura, mas também à eficiência no uso dos recursos, possibilitando o investimento em serviços digitais e conteúdos exclusivos para seus clientes.

O avanço das telecomunicações:

Novos modelos de negócio estão ajudando a reconfigurar o mercado das telecomunicações no Brasil e no mundo. O que podemos concluir é que empresas pequenas se comparadas às grandes operadoras crescem cada vez mais rápido, ocupando brechas onde as grandes não tem interesse em chegar e com a qualidade que não podem garantir devido o tamanho de suas transações.

Com o usuário em primeiro lugar, a concorrência passa a desenvolver o mercado pela inovação, buscando atrair e conquistar clientes. As Telecom passam a oferecer cada vez mais planos sob medida, qualidade de atendimento e preços competitivos.


Natalie Muniz
SEO Supervisor – Selectra Brasil

Topo
Open chat
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by