banner
Litoral

Pesquisa de demanda turística aponta melhora na avaliação de instalações e serviços da Costa Verde & Mar

Pesquisa de demanda turística aponta melhora na avaliação de instalações e serviços da Costa Verde & Mar 1Um dos principais destinos turísticos brasileiros, segundo o Ministério do Turismo, a Costa Verde & Mar (SC) atingiu nota 4,49 (em avaliação de 0 a 5 pontos) na Pesquisa de Demanda Turística, alta temporada de 2019. O resultado foi uma melhoria na avaliação das instalações e serviços oferecidos. Aplicada entre 1º de janeiro e 29 de março, a pesquisa buscou informações sobre a satisfação dos visitantes. Aplicada apenas em turistas que permaneceram no mínimo 24 horas na cidade, a pesquisa coletou mais de 3 mil depoimentos nas cidades de Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas, Itajaí, Itapema, Porto Belo e Navegantes. O nível de confiança é de 95% e o erro amostral é de cinco pontos percentuais.

           Entre os principais destaques da avaliação estão os atrativos naturais que receberam nota 4,52, onze décimos acima do ano passado. Outro grande ponto de evidência está na hospitalidade, atingindo 4,43 de nota. Já a segurança também foi listada como positiva, com avaliação 4,18, aumento de doze décimos em relação à pesquisa anterior. As ofertas de lazer e cultura também aparecem entre as melhores notas (4,34 pontos), seguidas das opções de compras e conservação de entorno (limpeza) que conquistaram 4,12 pontos. Os visitantes informaram ainda que gostaram dos atrativos em geral e da tranquilidade. As notas menos bem avaliadas foram em relação ao trânsito (3,39 pontos), acessos (3,73 pontos) e transporte (3,58 pontos). Os participantes informaram ainda que um dos pontos que menos gostaram foi a balneabilidade de algumas praias. “Nossa média é muito boa, 95% das pessoas recomendariam nosso destino e 93% pretendem voltar, mas queremos números ainda melhores. Agora vamos avaliar tudo que foi apontado e buscar estratégias para melhorar sempre”, explica a presidente do colegiado de secretários de Turismo da Amfri, Zene Drodowski.

            Outro ponto que chamou atenção na pesquisa foi o aumento na amplitude dos países. Pela primeira vez a avaliação trouxe informações de visitantes da Alemanha, Itália, Haiti e Bolívia. Além de consagrar os visitantes da Argentina (74,7%) Paraguai (11,4%) e Uruguai (6,2%) como grandes visitantes internacionais. Na pesquisa de demanda turística da Costa Verde & Mar se observa também um aumento na representação de visitantes do Brasil. Na avaliação anterior, os visitantes de outros Estados representavam 50%, sendo que agora representam 58,7%. Os Estados do Sul do Brasil aparecem no topo da tabela com o maior número de turistas, 78,6%, seguidos de São Paulo com 10,3% das pessoas que responderam, Mato Grosso do Sul com 2,4%, Rio de Janeiro e Minas Gerais com 1,8% cada.

            Com relação às cidades de origem, nota-se o aparecimento de municípios que até então não figuravam entre a pesquisa, como Erechim (RS), Foz do Iguaçu (PR), Passo Fundo (RS), Toledo (PR), Uruguaiana (RS), Concórdia (SC), Criciúma (SC), Guaramirim (SC) e São Miguel do Oeste (SC). “Podemos afirmar que esse é o resultado das ações de divulgação e mostra dos atrativos turísticos durante o ano em cidades em potencial. As estratégias de promoção e divulgação feitas no Brasil e na América Latina têm feito pessoas que até então não conheciam a Costa Verde & Mar nos escolherem como seu destino de férias”, afirma Zene. Toda a divulgação aumentou o número de visitantes que vieram pela primeira vez à Costa Verde & Mar, de 25% registrados na pesquisa anterior para 31%.

           Outra questão revelou que os turistas circulam pelas diversas cidades da região. Mais de 80% informaram que tinham Penha como destino, 53,16% escolheram Balneário Camboriú e 23,7% Itajaí. O gasto médio diário do grupo de entrevistados ficou em R$ 379,65, superior a 2018 em que o total ficou em R$ 354,95.

Hospedagem, motivação e transporte

            A maioria dos visitantes, 44%, optou por ficar de cinco a nove noites nas cidades da Costa Verde & Mar. Já 28% foi o registrado pelos que visitaram a região por mais de nove noites. O mesmo número se aplica aos que estiveram por aqui por até quatro noites. Para 31,5% o tipo de hospedagem foi a casa de parentes e amigos, 26,7% em aluguel e 23,7% em hotéis ou pousadas, um aumento de 1,7% em relação à pesquisa anterior.

            Um grande destaque da Pesquisa de Demanda Turística é a avaliação de acordo com o tipo de alojamento de aluguel escolhido. Pouco mais de 50% informou tratar direto com o proprietário, 20% conta com ajuda de imobiliárias, seguidos de 19% que utilizam AirBnb e 10% de sites como Booking, Decolar e outros similares. “Com a ampliação das ofertas no setor, foi necessário verificar quais as plataformas e meios escolhidos pelos turistas para realizar a locação do imóvel (casa/apartamento)”, acrescenta Zene.

            Para a grande maioria dos visitantes, 88%, a Costa Verde & Mar foi escolhida como destino de férias, sendo que 74% informaram planejar a viagem por conta própria, 58% estavam acompanhados da família, e 68% dos entrevistados estavam com até quatro pessoas. Quase 80% dos participantes informaram que o meio de transporte utilizado foi veículo próprio, seguidos de 8% das pessoas que escolheram optar por voos até a região. Das linhas aéreas, 94% contaram com as linhas regulares, 4% não responderam e apenas 1% utilizaram charter ou particular.

Perfil do visitante

            O perfil dos participantes da pesquisa de demanda e satisfação apresentou que 48,7% eram mulheres, 46,5% homens e 4,8% não responderam à questão. A maioria, 58,5% se declarou casado, seguido de 24,8% solteiros. Na edição 2019 da Pesquisa de Demanda Turística, 26,5% dos participantes disse ter entre 31 e 40 anos, um aumento na faixa etária de 3,5%. Grande parte dos participantes, 35,9%, informou possuir ensino superior completo, seguido de 29,2% com ensino médio. Com relação à renda familiar mensal se observa ser variada, sendo que 37,7% das pessoas informaram receber entre quatro e 10 salários mínimos, quase 30% com dois a quatro salários mínimos e 11,9% declararam receber de 10 a 20 salários mínimos. Destes, 31,3% se declaram assalariados, como tipo de ocupação, seguidos por 14,4% empresários, 11,6% de funcionários públicos e o mesmo número de aposentados.

Pesquisa de Demanda Turística da Costa Verde & Mar 2019:

Lugar de residência:

Demais Estados brasileiros: 58,7%

No Estado de SC: 32,8%

No Exterior: 8,5%

Países do Exterior:

Argentina: 74,7%

Paraguai: 11,4%

Uruguai: 6,2%

Estados Unidos: 2,1%

Chile e Portugal: 1% (cada)

Alemanha e Itália: 0,7% (cada)

Haiti, México, Venezuela, Costa Rica, Canadá e Bolívia: 0,3% (cada)

Outros: 0,4%

Principais estados de origem (exceto SC):

Paraná: 24,2%

Rio Grande do Sul: 18,4%

São Paulo: 10,3%

Mato Grosso do Sul: 2,4%

Minas Gerais: 1,8%

Rio de Janeiro: 1,8%

Mato Grosso: 1,4%

Outros: 39,7%

Principais Cidades de Origem (exceto cidades de SC):

Curitiba: 23,4%

São Paulo: 11,9%

Porto Alegre: 10,5%

Londrina: 7,3%

Maringá: 6,1%

Passo Fundo: 3,9%

Cascavel: 3,5%

Campo Grande e Ponta Grossa: 3,4% (cada)

Foz do Iguaçu: 2,7%

Toledo: 2,5%

Uruguaiana: 1,9%

Erechim: 1,8%

Outros: 17,7%

Principais Cidades de origem (SC):

Blumenau: 25,3%

Joinville: 14,0%

Brusque: 8,9%

Florianópolis: 5,8%

Lages: 4,7%

Chapecó e Gaspar: 4,1% (cada)

Rio do Sul: 3,8%

Concórdia e São Bento do Sul: 3,4% (cada)

Guaramirim: 1,9%

Criciúma: 1,6%

São Miguel do Oeste: 1,4%

Outros: 17,6%

Gênero:

Mulher: 48,7%

Homem: 46,5%

Não respondeu: 4,8%

Estado civil:

Casado: 58,5%

Solteiro: 24,8%

União estável: 6,3%

Divorciado: 3,4%

Viúvo: 3,3%

Outros: 3,7%

Faixa etária dos visitantes:

De 31 a 40 anos: 26,5%

De 41 a 50 anos: 22,2%

De 51 a 65 anos: 20,1%

De 26 a 30 anos: 15,4%

De 19 a 25 anos – 10,3%

Mais de 65 anos – 5,4%

Não respondeu – 0,1%

Renda familiar:

De 4 a 10 salários: 37,7%

De 2 a 4 salários: 29,7%

De 10 a 20 salários: 11,9%

Até 2 salários: 7,6%

Acima de 20 salários: 3,8%

Outros: 9,3%

Número de noites na Costa Verde & Mar:

De 5 a 9 noites: 44%

Até 4 noites: 28%

Mais de 9 noites: 28%

Tipo de hospedagem:

Com parentes e amigos: 31,5%

Locação de casa/apartamento: 26,7%

Hotel/pousada: 23,7%

Alojamento de 2ª residência: 10,9%

Outros: 7,2%

Tipo de locação de casa/apartamento:

Direto com o proprietário: 50%

Imobiliária: 20%
AirBnb: 19%

Booking, Decolar e outros similares: 10%

Outros: 1%

COSTA VERDE & MAR

Entidade Intermunicipal de Turismo Costa Verde & Mar – CITMAR.
www.costaverdemar.com.br
www.facebook.com/CostaVerdeeMar
www.instagram.com/costaverdemar

 

Oficina das Palavras

Topo
Open chat
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by