banner
Ascurra

Polícia prende assaltantes que aterrorizaram Ascurra na última semana

policia-ascuraPOLÍCIA CIVIL DE SANTA CATARINA ATRAVÉS DA EQUIPE DE INVESTIGAÇÃO DA DELEGACIA DE POLÍCIA DA COMARCA DE ASCURRA E APIÚNA, EM CONJUNTO COM EQUIPE DE INVESTIGAÇÃO DAS DELEGACIAS DE TIMBÓ E SÃO MIGUEL D’ OESTE E DIC DE SÃO MIGUEL D’OESTE, PRENDEM ASSALTANTES QUE ATERRORIZARAM ASCURRA NA ÚLTIMA SEMANA E DÁ FIM A ONDA DE ASSALTOS.

Na última semana o município de Ascurra vinha sofrendo com seguidos assaltos realizados a luz do dia, desafiando aos autoridades policiais e a população ordeira da cidade.

No dia 30/11/13, o “Restaurante e Churrascaria Beber”, localizada as margens da BR 470, foi assaltada por dois meliantes armados de revolver. Os bandidos entraram no estabelecimento no horário de maior movimento e renderam os funcionários, subtraindo diversos pertences de clientes, além de considerada quantia em dinheiro.

Um dos assaltantes chegou a perseguir um dos funcionários que, com o susto do assalto, correu e caiu no chão próximo a churrasqueira. O bandido apontou a arma para o peito do funcionário caído e disparou, porém a arma falhou.

Na mesma semana a Relojoaria Duarte, localizada no centro de Ascurra, também foi vítima de assalto, sendo as funcionárias amarradas e amordaçadas no local.

Dias antes, a Ótica Multilens também havia sido vítima de assalto, sendo as funcionárias e os clientes trancados em uma sala enquanto os bandidos recolhiam jóias e demais objetos.

Buscando solucionar os crimes e contando com o apoio irrestrito dos Policiais Militares de Ascurra e Timbó fundamental para o sucesso dessa investigação, foi possível identificar, localizar e prender um dos assaltantes, chamado de Alexandro Miguel.

Através de diligências conjunta das Equipes de Investigação das Delegacias de Ascurra, Apiúna e Timbó, descobriu-se que Alexandro veio de São Miguel D’Oeste, e estaria instalado numa residência no bairro Araponguinhas, em Timbó, casa esta conhecida por também ser abrigo de Marcio Anderson Brehmer Ansi, vulgo Mimi. Policiais Militares estiveram no local, contudo Mimi havia fugido, com destino desconhecido.

Alertados sobre essa ocorrência, Policiais Civis da Delegacia de São Miguel D’Oeste e da Divisão de Investigação Criminal de São Miguel D’Oeste, confirmaram o retorno de “Mimi” àquela cidade do oeste catarinense, visto que já investigavam “Mimi” por diversos delitos naquela região e estavam em seu encalço.

De posse do Mandado de Prisão, de Busca e Apreensão, invadiram a casa e surpreenderam Mimi, que ainda tentou fugir do cerco policial, sendo necessário o uso da arma não letal (“Pistola Taser”) para contê-lo. Com ele ainda foram apreendidas cerca de 300g em pedras de crack, além de diversos apetrechos para armamento.

Delegacia Ascurra

Topo