banner
CIMVI

Projeto ‘Vale Europeu Sustentável – Meios de Hospedagens’ terá início das visitas técnicas na próxima semana

Projeto ‘Vale Europeu Sustentável – Meios de Hospedagens’ terá início das visitas técnicas na próxima semana 1Na próxima segunda-feira, 29/04, começam a ser realizadas, em toda a região, as visitas técnicas do projeto ‘Vale Europeu Sustentável – Meios de Hospedagens’. O projeto é uma iniciativa do Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí – CIMVI, através do setor de Cultura, Esporte e Turismo da entidade, e está sendo realizado pela empresa Raízes do Brasil Consultoria.

Inicialmente, foram selecionados 13 empreendimentos de hospedagem que atendem diretamente o público que visita o Circuito Vale Europeu, tanto de cicloturismo quanto de caminhante. Na próxima semana, irão iniciar as visitas técnicas presenciais aos estabelecimentos onde os profissionais da Raízes do Brasil irão analisar as hospedagens, pegando como base uma metodologia de avaliação com algumas normas e indicadores que servirão como parâmetro para realizar essa classificação. Essa metodologia, criada no ano passado, teve como base normas e indicadores, nacionais e internacionais, que abordam tanto o turismo quanto a sustentabilidade.

– “Foram realizados seminários e uma visita de diagnóstico nos empreendimentos para tirar dúvidas dos proprietários e agora vamos realizar a primeira visita de avaliação, que será divida em duas fases, com a primeira sendo executava semana que vem e a segunda provavelmente em junho”, explicou Rafael Cinquella, da Raízes do Brasil Consultoria. Nessa primeira etapa serão analisados temas mais ligados a administração do estabelecimento, como a elaboração de uma política de sustentabilidade, se tem um organograma dos funcionários, se o hotel tem um procedimento de reserva e atendimento definidos, entre outros.

Os empreendimentos foram divididos em três tipos de classificação: Cama e Café/Chalé, Pousada e Hotel de pequeno porte. Os critérios para avaliação serão os mesmo para todos os tipos de estabelecimentos, porém a exigência de excelência é maior para hotel e menor para pousada e cama e café/chalé. Bom lembrar, também, o tipo de sustentabilidade que será avaliado, como destaca Rafael. “Quando se fala em sustentabilidade não estamos abordando somente a questão ambiental, mas também a parte econômica e sociocultural. É um tripé que precisa ser muito bem estruturado pelo empreendedor”.

A ideia do CIMVI é, com o tempo, criar a definição de um processo de certificação para todos os estabelecimentos para o fortalecimento da gestão sustentável, com a criação de um selo de qualidade e sustentabilidade para os estabelecimentos participantes. Os primeiros empreendimentos qualificados devem ser apresentados ao público ainda neste ano.


Comunicação – CIMVI
Foto: Raízes do Brasil Consultoria/Divulgação | Texto: Richard Ferrari

Topo