banner
Política

Reforma Política precisa focar o fim da corrupção, diz Peninha

Deputado Federal Peninha (PMDBSC)

Deputado Federal Peninha (PMDBSC)

Recém-empossado em seu segundo mandato como deputado federal, Rogério Peninha Mendonça (PMDB/SC) aposta na votação da Reforma Política como o grande trunfo para moralizar a gestão pública no Brasil. Para ele, é preciso rever o financiamento das campanhas, já que “quem paga a banda, escolhe a música” – numa referência aos doadores privados, que por vezes acabam pautando a atuação parlamentar dos afilhados com mandato. Para Peninha, o financiamento público da disputa eleitoral, com voto em lista, fortaleceria os partidos e traria novamente à tona as ideologias de cada agremiação.

            O deputado também defende a coincidência de eleições, mandato de cinco anos e o fim da reeleição para o Poder Executivo. “É muita campanha eleitoral no Brasil. Nosso país funciona um ano e paralisa um ano, tudo por conta do pleito. Unificando a ida às urnas, elegemos todos os cargos de uma vez só, paramos de nos preocupar com a eleição e voltamos os olhos à gestão”, defende o peemedebista. Outra aposta de Peninha é no fim das coligações e na diminuição do número de partidos existentes, para acabar com o que ele chama de “siglas de aluguel”.

            Criada na primeira semana de trabalho desta legislatura, a comissão especial para discutir a Reforma Política deve ser instalada na próxima terça-feira, dia 10, pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ). O grupo, composto por 34 titulares e 34 suplentes, analisará também outras questões polêmicas, como o fim do voto obrigatório. A comissão terá um prazo de até 40 sessões da Casa para emitir um parecer sobre o tema, que depois será votado por todos os parlamentares no plenário da Câmara.


Rafael Pezenti
Assessor de Imprensa – Deputado Federal Peninha (PMDB/SC)

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by