banner
Timbó

Roda de conversa sobre “empoderamento negro” em Timbó

Roda de conversa sobre “empoderamento negro” em Timbó 1Na data, que marca a celebração da abolição da escravatura, uma roda de conversa, para discutir o tema, foi realizada no Cedup de Timbó. Aberto a comunidade em geral, o debate foi mediado pela comunicadora Juliana Santos Cleto, que falou sobre suas experiências como mulher negra no município.

Filha caçula da primeira família negra de Timbó, relatou sua convivência com o racismo, que permeou parte de sua infância, seu empoderamento, ao conquistar a tão sonhada formação acadêmica, e como lida com o preconceito hoje em dia, além de sua experiência como mãe. “Passei por algumas situações desagradáveis aqui na cidade, mas, eu tinha consciência de sou muito maior que o preconceito”, relatou.

Como de praxe em rodas de conversa, o debate aconteceu, abordando diversas questões relacionadas à população negra. Na ocasião, os presentes puderam partilhar de suas experiências e responder a questionamentos pessoais. A estudante Marcela Frainer, de 24 anos, participou da roda de conversa e achou a iniciativa muito importante para que o senso comum seja combatido. “Em momentos como esse, é que paramos para refletir sobre a condição de outras pessoas e de que somos todos iguais e estamos juntos”, afirma.

A diretora do Cedup de Timbó, Rafaela Hinsching, acredita que o debate é a porta principal para disseminar a aceitação e o respeito, no município. “Uma iniciativa como essa vem acrescentar, de forma positiva, a libertação do preconceito. Nosso município é muito forte na raiz europeia, e acredito que ações como essa só tendem a valorizar a importância da aceitação mútua das diferenças, não só do negro e da questão racial, mas, também, de personalidade, no qual as pessoas tem a sua essência como principal ponto de partida”, exclama.


Fonte: Contém Notícias

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by