banner
Brusque

Simpósio da Dislexia ocorre neste sábado, 7 de março, em Brusque

A expectativa é reunir um grande número de pais e profissionais das áreas de pedagogia, psicologia, psicoterapia e neurologia, para uma troca de informações sobre o distúrbio, que afeta até 17% da população

Estão abertas as inscrições para o “Simpósio de Dislexia – É preciso aprender”, que a Havan promove no dia 7 de março (sábado), no Centro Evangélico de Brusque. A expectativa é reunir um grande número de pais e profissionais das áreas de pedagogia, psicologia, psicoterapia e neurologia, para uma troca de informações sobre o distúrbio, que afeta até 17% da população e pode ser a causa de dificuldades no aprendizado. Um teatro de bonecos (com o apoio do Ministério da Cultura e Havan) e cinco palestras com especialistas renomados integram a programação. O evento é aberto à comunidade de toda a região e as inscrições gratuitas podem ser feitas no site www.havan.com.br/simposiodislexia.

Dificuldade exagerada para ler e escrever, atraso no desenvolvimento da fala e da linguagem, dispersão e falta de atenção podem ser sinais de dislexia. A falta de um diagnóstico correto e de informações sobre como lidar com o distúrbio muitas vezes causa um impacto negativo da autoestima da criança, que geralmente apresenta problemas para acompanhar as várias disciplinas escolares.

De acordo com a psicopedagoga Ana Paula Silva, que integra a comissão organizadora do Simpósio de Dislexia, é cada vez mais frequente a identificação de individualidades como a dislexia nas salas de aula, sendo necessário que as escolas e educadores se informem e estejam preparados para lidar com suas características, garantindo que todos os alunos tenham a mesma oportunidade de aprendizado. “Realizar um Simpósio de Dislexia aqui em Brusque, com uma grade de palestrantes respeitados na área, é possibilitar aos pais e educadores o conhecimento para que possam perceber, entender e trabalhar as individualidades, de forma a garantir mais qualidade de vida e a autoestima das crianças, independente de suas dificuldades”, afirma.

O Simpósio de Dislexia começa com a apresentação de um Teatro de Bonecos criado especialmente para a ocasião, que vai abordar o distúrbio de forma lúdica e artística. Este espetáculo tem o apoio do Ministério da Cultura e da Havan. Em seguida segue a programação de palestras com especialistas em várias áreas, encerrando com a participação do educador e psicólogo Marcos Meier, especialista em Teoria da Mediação da Aprendizagem.

SERVIÇO:
Simpósio de Dislexia – É preciso aprender
7 de março, das 7h30min às 18h
Centro Evangélico de Brusque (Av. Monte Castelo, 25- Centro)
Inscrições gratuitas pelo site www.havan.com.br/simposiodislexia

PROGRAMAÇÃO:
7h30: Recepção
8h: Abertura
8h15: Teatro de bonecos
9h: Palestra “Discalculia”, com a psicóloga e psicopedagoga Ursula Simons
10h20: Coffee break
10h40: Palestra “A criança que não aprende – aspectos neurológicos e o tratamento. TDAH e os fatores neurológicos”, com o neuropediatra Sérgio Antoniuk
12h: Intervalo para o almoço
13h15: Palestra “Métodos das boquinhas”, com a fonoaudióloga e psicopedagoga Renata Jardini
14h15: Palestra “Processamento auditivo central”, com a fonoaudióloga Giselle Kubrusly Sypczuk
15h30: Coffee break
15h50: Palestra “A comunicação na docência: influências das concepções de criança e de educação no ato de educar”, com o educador e psicólogo Marcos Meier
17h50: Encerramento com entrega de certificados (aos participantes que se inscreverem antecipadamente, pelo site)

Texto: Marli Rudnik

 

 

 

Nane Pereira
Jornalista (SC 4390 JP)
New Age Comunicação

Topo
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by