banner
Timbó

Timbó – 2ª Etapa do Circuito Catarinense de Orientação 2019

Comemorativa dos 80 anos do 23º Batalhão de Infantaria – dias 03 e 04 agosto

 

Timbó - 2ª Etapa do Circuito Catarinense de Orientação 2019 1A Orientação ou Corrida Orientada é um esporte que pode ser praticado por pessoas na faixa etária dos 8 aos 100 anos.

Pode-se defini-la como a arte de navegar por terras desconhecidas com o auxílio de um mapa e uma bússola.

Não é errado associar a Orientação a uma espécie de enduro realizado em regiões desconhecidas, onde, na hora da partida, o competidor recebe um mapa no qual está marcado o percurso, sagrando-se vencedor aquele que completá-lo no menor tempo.

Durante a prova, o orientador deverá encontrar os pontos de controle que são representados no terreno por prismas (uma espécie de baliza laranja e branca) cuja área de localização está representada por um círculo no mapa.

A essência da Orientação é que a escolha da rota entre um ponto de controle e outro é definida pelo próprio atleta, levando-se em conta as facilidades e dificuldades existentes entre as várias rotas possíveis.

Daí decorre uma definição para o esporte, que diz, “the cunning running” (correndo enquanto se joga xadrez), ou seja, a Orientação é uma corrida inteligente.

A Orientação é o esporte que testa seu preparo físico enquanto demanda rapidez de raciocínio, autocontrole e tomada rápida de decisão num desafio que ocorre num ambiente natural desconhecido.

Mesmo que não se queiram testar limites físicos, psicológicos, e intelectuais correndo, é ainda fascinante, pois você pode criar sua própria modalidade, como por exemplo, orientação a cavalo, de precisão, de esqui, de moto, de jipe, de canoa, de bike ou mesmo andando com regularidade. Basta um mapa e uma bússola para você se sentir em pura aventura.

O percurso de orientação é constituído por uma partida (triangulo) e uma série de pontos de controle identificados por círculos no mapa, unidos por linhas retas e numerados na ordem pela qual devem ser visitados, e por uma meta a ser conquistada (dois círculos) chegada.

Os círculos dos pontos de controle têm como centro o objeto ou característica de terreno que tem de ser encontrada.

Existe uma sinalética, que define a natureza desse objeto ou característica. No terreno, uma baliza (prisma) marca o local que o ‘Orientista’ tem de encontrar.

Para provar que um ponto de controle foi visitado, o ‘Orientista’ utiliza um sistema de identificação eletrônica (Chip SI) que é transportado preso num dedo e que será introduzido numa estação eletrônica que se encontra junto à baliza.

Num percurso de orientação, terão de ser visitados todos os pontos de controle sob pena de desclassificação.

O percurso a seguir entre os pontos de controle não está definido, e é decidido por cada participante, a escolha da rota. Este elemento de escolha do percurso e a capacidade de se orientar, são a essência da orientação.

 A maioria das provas de orientação utilizam partidas intervaladas para que o ‘orientista’ tenha a possibilidade de realizar as suas próprias opções.

Os mapas de Orientação são elaborados de acordo com as regras de padronização internacional definidas pela Federação Internacional de Orientação – IOF – na versão ISOM (orientação tradicional) em escalas 1:7.500 ou 10:000 e na versão ISSOM (orientação sprint) em escalas 1:5000 ou 1:4000. Os símbolos da Orientação Tradicional e Orientação Sprint são parecidos e o praticante consegue se adaptar com facilidade.

Programação: dia 03 de Agosto – 15:00 – Percurso Sprint* – Pavilhão de Eventos Henry Paul

A palavra Sprint está relacionada à ideia de velocidade. Nesta concepção, as provas de Sprint caracterizam-se como provas rápidas, adicionam o fator “alta cognição” e desenvolvem-se em ambientes de menor extensão.

Em 2007 a IOF – Federação Internacional de Orientação – na convenção de Leibnitz, criou a modalidade Orientação Sprint tendo por principais objetivos a divulgação do esporte com melhor visibilidade junto ao público e à mídia, além de tornar a orientação cada vez mais atrativa e acessível.

O Sprint possibilita explorar com facilidade as particularidades do ambiente urbano.

É diversão garantida!

Programação: dia 04 Agosto – 09:00 – Percurso Tradicional – Jardim Botânico e Parque de Exposições Franz Damm 

Inscrições pelo site www.oriesc.org.br

Realização:

Federação Catarinense de Orientação – ORIESC

Apoio:

Timbó - 2ª Etapa do Circuito Catarinense de Orientação 2019 2

Seção de Comunicação Social do 23ºBI 

23º Batalhão de Infantaria – “Batalhão Jacintho Machado de Bittencourt”
Rua Amazonas, 3312 – Garcia / Blumenau – SC 89022-000

Topo
Open chat
1
Olá,
Qualquer duvida entre em contato pelo nosso WhatsApp do Portal Timbó Net.
Powered by