banner
TIMBÓ EM REVISTA "150" ANOS

TIMBÓ EM REVISTA “150” ANOS – 06

por Rubia Luiza Adam Girardi

TIMBÓ EM REVISTA “150” ANOS – 06 1Denominação: TIMBÓ.Sendo nossa flora rica em espécimes o Dr. Fritz Müller, filósofo e naturalista, natural da Alemanha, que veio juntar-se ao Dr. Blumenau, já estando fundada e em franco progresso, fez amplos estudos sobre a flora existente em toda região da colônia, inclusive sobre a planta denominada “Timbó “. É interessante saber que das diversas variedades da planta “Timbó ” inclusive cipós do mesmo nome muito difundidos em várias regiões do país, especialmente os do gênero “LONCHOCARPUS”, é extraído o princípio ativo e altamente tóxico. Utilizado sobretudo na fabricação de inseticida, como o DDT muito utilizado na última guerra mundial pelas forças Americanas que combatiam as forças Nipônicas nas florestas do Continente Asiático e nos densos matagais das ilhas do Oceano Pacífico.Essa substância ativa extraída do “Timbó” já era há muito conhecida pelos selvícolas e também, mais tarde pelos primeiros colonos. A raíz dessa planta sendo esmagada ou ralada introduzida na água dos rios/ribeirões, desprende o princípio ativo venenoso, entontecendo ou mesmo matando os peixes. Em torno do nome que foi dado a TIMBÓ, há também uma versão de que teve sua origem num acontecimento ocorrido na Guerra do Paraguai em memória da tomada do Forte de Timbó pelas Forças Brasileiras, FATO que ocorreu durante os anos que se desenvolvia e prosperava a colonização em Timbó, Rio dos Cedros e Ascurra. (Elisabeth Germer). Fotografia Rubia Luiza Adam Girardi Prefeitura Municipal TIMBÓ SC. OBSERVEM o primeiro arbusto é o Timbó (lonchocarpus) plantado pela Elisabeth Germer. Detalhe que a Beth comentou que no “Bosque da Saudade” Pavilhão “Henry Paul” também encontramos a planta Timbó.

 

Até o próximo post.

Topo