Um ano de pandemia em SC: Governo do Estado investiu R$ 280 milhões com a Política Hospitalar Catarinense

Um ano de pandemia em SC: Governo do Estado investiu R$ 280 milhões com a Política Hospitalar Catarinense

17 de março de 2021 Off Por Redação

 

 

O Governo de Santa Catarina aumentou em 150% o número de leitos de UTI adulto desde o início da pandemia da Covid-19. Em março de 2020, a rede hospitalar catarinense contava com 546 leitos de terapia intensiva adulto e atualmente soma 1.358. O Estado também atuou na distribuição de equipamentos para as unidades de saúde. Foram entregues mais de dois mil ventiladores e monitores para apoiar no tratamento dos pacientes, além de aplicar, por meio da Política Hospitalar Catarinense, cerca de R$ 280 milhões no custeio e manutenção dos serviços.

Para o secretário de Estado da Saúde André Motta Ribeiro, a conduta que o Governo de Santa Catarina adotou na pandemia revoluciona a estrutura de saúde catarinense a longo prazo. Segundo ele, a ampliação de leitos e qualificação de profissionais em todos os hospitais do Estado permite regionalizar o acesso às pessoas e faz com que elas passem a ser tratadas cada vez mais perto de suas casas.

“Esta pandemia é mais sofrida do que nós imaginávamos há um ano. Mas, o fato é que começamos com 546 leitos de UTI adulto e agora possuímos quase mil novos leitos de UTI para enfrentamento Covid. Contratamos e treinamos dezenas de milhares de profissionais, trouxemos protocolos de atendimento, discutimos portarias, decretos e notas técnicas. Além disso, no âmbito da transparência e organização, criamos vários indicadores e ferramentas de gestão digitais e criamos a matriz de risco sanitário. Apesar deste ser um momento extremamente complicado, o Estado construiu muito e tem se estruturado para trazer segurança no que diz respeito à saúde para a população”, afirma o secretário.

>> Leia também:

Um ano de pandemia em SC: Enfrentamento à Covid-19 no estado teve reforço de mais de cinco mil profissionais de saúde
Um ano de pandemia em SC: Protocolos de saúde, serviços online e fiscalizações alteram o cotidiano dos catarinenses

Sobre a Superintendência de Serviços Especializados e Regulação

A Superintendência de Serviços Especializados e Regulação (SUR) é uma das áreas de maior importância e complexidade no âmbito da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES). Além da regulação de procedimentos ambulatoriais e hospitalares, eletivos e de urgência, a SUR contempla toda a área de transplantes, serviços de atenção à pessoa com deficiência, tratamento fora do domicílio, telessaúde, toxicologia, e ainda comporta a estrutura das regionais de Saúde por meio da Diretoria de Articulação Regional de Santa Catarina.

>>> Confira a linha do tempo com as principais ações do Governo durante a pandemia 

A SUR atua diretamente na criação, localização e direcionamento de pacientes a leitos de UTI no Estado. Hoje o Estado conta com 1651 leitos de UTI adulto, pediátrico e neonatal. A presença nas 16 regiões, permite a criação de elos entre os entes municipais e estadual na assistência aos catarinenses.

No dia em que a pandemia completa um ano, Santa Catarina recebe o maior lote de vacinas contra o coronavírus desde o início da Campanha de Vacinação. Até então, foram recebidas 583.440 doses da Oxford/AstraZeneca e Coronavac/Butantan em oito remessas. Com as 147,4 mil novas doses da Coronavac, o Estado chegará a um total de 730.840 doses enviadas para cidades catarinenses.


Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação – Secom
Governo de Santa Catarina