Após prorrogação, MEI terá duas cobranças de imposto mensal no último trimestre de 2020

Após prorrogação, MEI terá duas cobranças de imposto mensal no último trimestre de 2020

16 de outubro de 2020 Off Por Redação

 

 

Tributos que seriam recolhidos em março, abril e maio por MEIs e micro empresas aderentes ao Simples foram prorrogados devido à pandemia e vencem em 20 de outubro, 20 de novembro e 21 de dezembro, respectivamente

 

Muitos empreendedores poderão ser pegos de surpresa com o valor dobrado dos impostos do Simples Nacional no último trimestre do ano. É que, para quem não se lembra, as cobranças relacionadas aos meses de março, abril e maio, tiveram seus vencimentos prorrogados por conta da pandemia.

Rozana Raizer, especialista do Sebrae/SC no Vale do Itajaí, reforça que o MEI é um dos regimes que teve essa alteração. “O micro empreendedor individual deve ficar atento porque agora terá duas guias para pagamento, uma do imposto referente ao mês vigente e outra do imposto prorrogado. Os vencimentos destes débitos referentes a março, abril e maio, vencem nos dias 20 de outubro, 20 de novembro e 21 de dezembro, respectivamente”, explica. A prorrogação também pode atingir pequenos negócios aderentes ao Simples, que optaram por esta possibilidade nos meses relacionados.

Segundo a entidade, mais de 17 milhões de pequenos negócios estão integrados ao Simples Nacional e 10,6 milhões destes são MEIs. O atraso no pagamento do Simples pode dificultar a vida do empreendedor. “É importante que os profissionais estejam atento às guias para evitar a multa de 2% ao mês após o vencimento da fatura. No caso do MEI, ele também deixa de ser segurado pela Previdência Social, perdendo benefícios como licença-maternidade ou pensão em caso de acidente, além de ter inscrição na dívida ativa da receita Federal. Isso tudo implica em prejuízos em longo prazo para o negócio”, destaca Rozana.

Quanto o MEI paga de imposto?

O valor da contribuição mensal do MEI varia de acordo com a atividade exercida:

– Comércio e Indústria: R$ 53,25
– Serviço: R$ 57,25
– Comércio ou indústria mais serviço: R$ 58,25

Para baixar a guia de pagamento, chamada de Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), basta o empreendedor acessar o site www.portaldoempreendedor.gov.br. Neste endereço eletrônico ele encontra ainda serviços para apoiar o crescimento do negócio, pode fazer a declaração anual de faturamento e atualizar seus dados, entre outras opções.


Sabrina Hoffmann
Jornalista
Trevo Comunicação