Cervejaria Brahma lança documentário sobre as tradições germânicas na Oktoberfest

Cervejaria Brahma lança documentário sobre as tradições germânicas na Oktoberfest

30 de outubro de 2020 Off Por Redação

 

 

Sem a realização do evento em 2020, pessoas que vivem da festa contam emocionadas suas trajetórias

Para fechar o mês da festa mais alemã do Brasil, a Cervejaria Brahma lança um documentário no Youtube com depoimentos de moradores de Blumenau (SC) e Santa Cruz do Sul (RS), cidades da região Sul que comemoram intensamente este momento. Com mensagens emocionantes sobre suas histórias e a importância da Oktoberfest, a campanha tem o intuito de manter vivo o espírito da tradição germânica e da esperança em tempos tão desafiadores como os vividos em 2020.

A Oktoberfest tem mais de 100 anos de tradição no mundo, e nesse período muita coisa aconteceu, muitas histórias se formaram, sonhos se concretizaram e vidas foram celebradas. Quem vive a Oktoberfest sempre tem uma boa história para contar.

Nerino Furlan faz parte de um dos grupos folclóricos mais conhecidos no Brasil, o Planetapeia. O empresário afirma que busca fazer uma conexão entre as alegorias dos grupos que invadem os desfiles, com a tradição e as pessoas. “O Planetapeia tem essa magia de fazer o adulto voltar a ser criança. Temos prazer em dar aquele momento de alegria, de liberdade, de cantar, dançar e pular na avenida”, conta. Para ele, é isso que o faz continuar com a tradição da Oktoberfest em sua vida e, principalmente, em seu coração. Enio e Odete Wermuth guardam com carinho na memória grandes momentos vividos na Oktober de Santa Cruz do Sul (RS).

Enio, em especial, foi nomeado presidente do evento por três vezes. “É a preservação da cultura alemã para nós que viemos morar aqui [no Brasil]. Ver todos os meus amigos tipicamente trajados é apresenta Conteúdo produzido por: emocionante pra mim, mexe demais com a gente”, pontua ele.

Muitos casais também se formaram nos pavilhões Brasil afora. O corretor de imóveis Murilo Cesar Teodoro confessa que a Oktoberfest de 1998 mudou sua vida. Foi lá que ele encontrou Angélica Braatz e, depois de 20 anos, brindam a chegada de Eloá. Um exemplo de que o amor importa, e todas as histórias, sejam de encontros ou desencontros, fazem a Oktoberfest ser o que é atualmente no coração de todos.

Aliás, quem não é descendente de alemães também entende e aplaude a tradição germânica no país. Marco Antônio, paulista e advogado, e afirma que o mais importante em respeitar uma cultura, é também passá-la adiante. “Eu quero ensinar para o meu filho a importância da festa sem esquecer das nossas origens, dos imigrantes e emigrantes que temos, e fazer essa junção. Precisamos fazer com que essa cultura se perpetue na história”, coloca.

Falando em história, Sueli Petry é quase que uma guardiã delas. Presença garantida em desfiles da Oktoberfest, ela é uma das juradas mais antigas do concurso de rainha. Para a historiadora, o que faz algo se tornar tradicional na vida de alguém é a identificação. “É o sentimento de pertencimento da cidade, do grupo, o cultivo dessas manifestações”, pontua. Com tantas festas na memória, Sueli ainda diz que o que mais a emociona é o som no pavilhão, a alegria, a harmonia do povo e ver as famílias reunidas pela cultura que tanto ama.

Falar em Oktober e não citá-lo é esquecer de uma parte importante deste evento: o Vovô Chopão, um personagem conhecido no Brasil inteiro por causa da Oktoberfest. Primeiro ele ganhou as histórias em quadrinhos, as tirinhas de jornais e, de repente, o país sabia o que ele significava! Luiz Cé, publicitário e cartunista, foi o responsável pelo boneco, que depois se transformou em um ícone de alegria, diversão e tradição da festa. “Precisávamos de alguma coisa para receber o turista, trocar informações, e ele veio para representar a cultura. Foi uma mudança da água para o chopp”, brinca Cé.

Muitas outras histórias com certeza também foram marcadas pela Oktoberfest, e por isso, algo tão importante não poderia ser interrompido em 2020, apenas transformado. Essa foi a ideia da Cervejaria Brahma ao longo do mês de outubro: levar a Oktober para a casa dos brasileiros, com chopp e tudo, e celebrar o que realmente importa.

 

Confira o documentário: 

Confira o vídeo da campanha:

Confira a live: 

 


Karin Barros