Dias frios exigem cuidados, alerta o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

Dias frios exigem cuidados, alerta o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

18 de agosto de 2020 Off Por Redação

 

 

Com a previsão de frio extremo para o Estado nos próximos dias, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) alerta sobre os cuidados que devem ser tomados pelas pessoas.

Estar bem agasalhado, beber água para se hidratar e consumir alimentos que auxiliam no aquecimento do corpo são atitudes importantes para se proteger dos efeitos das baixas temperaturas.

Os dias frios são propícios para a propagação de vírus, a exemplo do novo coronavírus. Por isso, é fundamental que a população se mantenha firme em relação às medidas de isolamento social e proteção.

Saia de casa apenas em casos de extrema necessidade, sempre de máscara, e mantenha as mãos higienizadas, lavando com água e sabão ou utilizando o álcool gel.

Além do coronavírus, as baixas temperaturas contribuem para a diminuição da imunidade, condição que abre caminho para outras doenças típicas de inverno, como as de natureza respiratória.

É importante manter o distanciamento social recomendado, evitar aglomeração de pessoas e garantir boa ventilação nos ambientes de convívio coletivo.

Aquecedores, fogões a lenha, lareiras e ar condicionado

Nos períodos mais frios aumentam os acidentes domésticos e incêndios envolvendo equipamentos elétricos, fogões e lareiras para aquecimento de ambientes.

Como as pessoas estão passando mais tempo em casa, em função da pandemia, a chance de incidentes aumenta, fato que exige cuidado redobrado ao utilizar esses utensílios.

Segundo dados da Diretoria de Segurança Contra Incêndio, em 2019 foram 48 incêndios originados em fogões à lenha, lareira ou aquecedores. Em 2020 já são 33 incêndios.

Dicas para a segurança

Tenha em mente que, ao utilizar qualquer tipo de aquecedor, é preciso ventilar o ambiente para a renovação do ar. A falta de oxigênio no ambiente pode provocar asfixia ou intoxicação com monóxido de carbono, podendo levar o indivíduo a óbito.

Verifique se o equipamento foi instalado em local seguro na residência, distante de cortinas, estofados, móveis, e demais materiais inflamáveis. Não coloque materiais combustíveis perto dos aquecedores, pois em caso de incêndio eles propagarão as chamas rapidamente.

Mantenha crianças e idosos em uma distância segura de lareiras ou fogões a lenha, e monitore o uso de aquecedores dentro de casa.

Os aparelhos aquecedores elétricos devem ser certificados pelo Inmetro, Antes de ligá-los, verifique a voltagem e confira se o equipamento precise de manutenção ou limpeza.

As lareiras devem ter tela de proteção metálica com malha entre dois e cinco milímetros, de modo a evitar que as fagulhas sejam propagadas para fora do local de queima. Antes de acender lareiras e fogões a lenha, verifique também as condições de instalação das chaminés.

Não se esqueça de utilizar material apropriado e não coloque lenha em excesso. Ao terminar o uso, nunca deixe o local antes de se certificar que o fogo está extinto. Preferencialmente utilize um anteparo não combustível na frente de fogões e lareiras.

Ao utilizar lareiras com combustível líquido, popularmente conhecidas como lareiras ecológicas, tenha muita atenção às recomendações dos fabricantes. Não manuseie a sua lareira ecológica com o equipamento quente, uma vez que essa situação pode ocasionar uma explosão – o líquido combustível em contato com o calor pode gerar uma nova chama. Neste ano foram registrados incêndios dessa origem em Santa Catarina, inclusive, com vítimas.

Acidentes de trânsito

Nestas condições climáticas, em caso de neve, de geada ou umidade devido a temperaturas negativas, a pista fica escorregadia e as chances de acontecer um acidente aumentam expressivamente. Por isso, é importante manter apenas o deslocamento necessário, com distância do veículo da frente e velocidade reduzida.

Lembre-se de manter em dia a manutenção do carro.

Cuidados com cães

Além dos cuidados com os humanos, não podemos esquecer dos nossos melhores amigos, que também sentem frio e também devem ser protegidos.

Os cães domésticos, que são escovados e tomam banhos frequentes, perdem a proteção natural e requerem alguns cuidados.

Se os animais não forem muito peludos, utilize uma roupa nele, desde que ele se adapte bem ao acessório e que seja um de tecido macio. Caso o cão não aceite, não insista.

Outra opção são as cobertas próprias para cães, que ajudam bastante nestes dias. Basta colocar no local em que o animal dorme ou passa boa parte do tempo, como na casinha.

Não deixe seu animal sozinho próximo a lareiras e aquecedores. Tenha uma barreira, principalmente quando forem filhotes, uma vez que a curiosidade do animal pode causar um acidente e ele vir a se machucar.


Melina Cauduro
Assessoria de Imprensa
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina – CBMSC