FIESC lança novo portal do Observatório

FIESC lança novo portal do Observatório

19 de fevereiro de 2021 Off Por Redação

 

 

Plataforma, que reúne as principais informações da economia de SC e do país, tem novo endereço (observatorio.fiesc.com.br), passou por reestruturação, ganhou novas funcionalidades e permite ao usuário navegar com mais facilidade. Novidades foram apresentadas em live, nesta quinta-feira, dia 18.

A Federação das Indústrias (FIESC) lançou o novo portal do Observatório da entidade, nesta quinta-feira, dia 18, com transmissão pelo YouTube. A plataforma, que reúne as principais informações da economia catarinense e do país, ganhou novo endereço (observatorio.fiesc.com.br), passou por uma reestruturação tecnológica e recebeu novas funcionalidades, com foco na experiência do usuário. Na parte de conteúdo, agregou novas informações e análises, especialmente sobre economia industrial.

O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, destaca que ao longo de sua existência, o Observatório se consolidou como referência em informação econômica de credibilidade e em 2020 deu importante contribuição ao enfrentamento da Covid-19, ao centralizar uma Central de Suporte à Indústria, que teve mais de cem mil acessos. “Hoje apresentamos mais uma atualização tecnológica. O Observatório passa a contar com um ambiente moderno e dinâmico, além de novos conteúdos, onde as informações são localizadas mais facilmente. São  novidades que vão ampliar a interação do Observatório com a indústria e aperfeiçoar os serviços prestados. Nesta nova fase, reforçamos a função do Observatório como centro de inteligência. Ou seja, vamos apoiar ainda mais empresas e organizações na tomada de decisão”, afirma.

O diretor de inovação e competitividade da Federação, José Eduardo Fiates, destaca que o site está mais automatizado, o que permite ser mais ágil nas respostas às demandas. “Vamos ter um conjunto de informações abertas à sociedade e também informações exclusivas que vão auxiliar as decisões dos empreendedores”, salienta. Ele ressaltou que há um grande volume de dados e informações disponíveis atualmente, mas a transformação disso em conhecimento é fundamental para o desenvolvimento dos negócios, dos produtos, das estratégias competitivas das empresas e dos ambientes onde as companhias estão inseridas.

Ao navegar pela plataforma, o usuário vai encontrar cinco menus principais: soluções, cenário econômico, indicadores, publicações e SC Competitiva. A parte de soluções oferece informações personalizadas para o cliente, como mapeamento de cadeias produtivas, planejamento estratégico setorial e painéis de inteligência de mercado, por exemplo. Em cenário econômico, o usuário encontra, de forma descomplicada, uma série de análises sobre indicadores como emprego, balança comercial, produção industrial, índice de confiança e intenção de investir.

O menu SC Competitiva, que substitui a publicação SC em Dados, reúne as principais informações da indústria e da economia catarinense. O novo formato permite atualização frequente e traz informações setoriais. Por exemplo, a indústria catarinense tem 50,8 mil estabelecimentos, é a mais diversificada e tem o quarto maior parque industrial do país, responde por 26,7% do PIB, 34% dos empregos formais (804,7 mil trabalhadores), 90,7% das exportações e 97,9% das importações de SC. Além disso, a indústria de Santa Catarina liderou a geração de empregos no país em 2020, com a abertura de 25,4 mil vagas.

O menu também traz dados sobre municípios catarinenses: 91,5% deles possuem renda per capita maior que a média brasileira. Os mais populosos são Joinville, Florianópolis e Blumenau. Os que possuem maior PIB são Joinville, Itajaí, Florianópolis e Blumenau. Os índices sociais do estado estão entre os melhores do país e da América Latina. Santa Catarina possui o mais alto índice de expectativa de vida do país, uma das menores taxas de mortalidade infantil e também é a unidade federativa com menor desigualdade econômica e analfabetismo do Brasil.


NATHÁLIA HEIDORN
Presse Comunicação