Governo do Estado confirma terceiro caso de coronavírus em Santa Catarina

Governo do Estado confirma terceiro caso de coronavírus em Santa Catarina

13 de março de 2020 Off Por Redação

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina confirma o terceiro caso positivo para o novo coronavírus (COVID-19). O exame foi realizado na tarde desta sexta-feira (13) pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN-SC).

Trata-se de um homem que foi atendido na cidade de Joinville e possui histórico de viagens à África e Europa. O paciente permanece em isolamento domiciliar.

No total, segundo os dados lançados pela SES junto à Plataforma IVIS do Ministério da Sáude às 16 horas desta sexta-feira, outros 77 casos suspeitos estão sendo monitorados em Santa Catarina. A atualização está disponível no site saude.sc.gov.br/coronavirus

O Governo do Estado instalou nesta quinta-feira, 12, um Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) para enfrentamento do coronavírus. O grupo de trabalho ficará sediado no Cigerd e tem o objetivo de monitorar a evolução dos casos suspeitos no Estado e preparar a rede estadual para atender possíveis pacientes.

O governador Carlos Moisés convocou uma reunião do Grupo Estadual de Ações Coordenadas (GRAC) para apoio à Secretaria de Estado da Saúde (SES), no sábado às 9h. A Defesa Civil de Santa Catarina, através do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD), fez o chamamento das secretarias para atuar de forma integrada no combate e controle do vírus COVID 19. Com base na Lei n° 15.953, de 07 de janeiro de 2013, que criou o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil (SIEPDEC), o Centro Integrado de Operações (CIOP), localizado no CIGERD, será ativado. Todas estruturas do Governo do Estado vão trabalhar de forma conjunta nos trabalhos de prevenção e mitigação de impactos à população.

Sintomas

O Novo Coronavírus, chamado de novo coronavírus – nCoV-2019, foi descoberto no fim de dezembro de 2019 após ter casos registrados na China.

Os sintomas mais comuns entre os pacientes hospitalizados foram febre, tosse e falta de ar. Dores musculares e de cabeça, bem como confusão mental, irritação na garganta e desconforto no peito também foram observados.

Medidas de Prevenção

Lavar as mãos com água e sabão com frequência;

Evitar tocar os olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

Evitar contato próximo com pessoas doentes;

Ficar em casa quando estiver doente;

Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência;

O consumo de produtos de origem animal crua ou mal cozida deve ser evitado. Carne crua, leite ou órgãos de animais devem ser manuseados com cuidado, para evitar a contaminação cruzada com alimentos não cozidos, conforme boas práticas de segurança alimentar.

 


Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde – SES