Prefeitos discutem ações de enfrentamento ao Covid-19

Prefeitos discutem ações de enfrentamento ao Covid-19

17 de março de 2020 Off Por Redação

 

Os prefeitos da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi) se reuniram, na tarde desta terça-feira (17), para discutir medidas de enfrentamento ao Covid-19. Com o objetivo de acompanhar o movimento da saúde pública no combate à propagação do vírus, os prefeitos da região vão seguir as orientações do Decreto nº 509, publicado pelo Estado de Santa Catarina, porém devem respeitar algumas especificidades de cada município. A reunião aconteceu na sede da Associação e a maioria dos prefeitos, secretários de Saúde e Educação participaram por videoconferência.

Dentre as medidas que serão tomadas nos próximos dias está a suspensão das aulas nas unidades da rede municipal de educação infantil e ensino fundamental a partir do dia 19 de março (quinta-feira). Com a suspensão das aulas, devem ser noticiados os prestadores de serviços responsáveis pelo transporte escolar terceirizado e os fornecedores de merenda escolar e eventuais outros serviços inerentes à educação.

“Estamos acompanhando diuturnamente a situação e tudo vai depender do desenvolvimento do quadro. O objetivo da suspensão das aulas é diminuir a circulação de pessoas”, explica o presidente da Ammvi, Mário Hildebrandt, prefeito de Blumenau.

Durante a reunião, foi recomendado que eventos de grande aglomeração sejam cancelados ou adiados e seja feita uma reorganização da rede de saúde pública, a fim de possibilitar total cobertura às pessoas com suspeita ou confirmação de contaminação pelo vírus. Além disso, foi recomendada a suspenção temporária dos encontros de grupos de idosos, uma vez que estes fazem parte do grupo de maior vulnerabilidade e risco ao serem infectados pelo coronavírus.

A Ammvi vai enviar ainda correspondência ao Ministério da Saúde e à Secretaria de Estado da Saúde solicitando apoio na compra e/ou recebimento de equipamentos de proteção individual principalmente aos profissionais que atuam na saúde pública. Além disso, a orientação é que a população evite, ao máximo possível, buscar atendimento presencial nos órgãos públicos e utilize dos meios eletrônicos e digitais para fazer contato quando necessário.

Outra medida adotada pela Associação é solicitar apoio das entidades municipalistas, como a Confederação Nacional de Municípios (CNM) e a Federação Catarinense de Municípios (Fecam), para reivindicar a desvinculação dos blocos de financiamento na saúde, a fim de que recursos possam ser usados em outras áreas conforme demanda para enfrentamento ao Covid-19.

“São medidas necessárias para que possamos lidar com este cenário e proteger a população. Ao mesmo tempo, estamos também dialogando com empresários, famílias, entidades religiosas e a sociedade civil organizada para que possamos manter uma situação tranquila em nossas cidades e enfrentar este momento conturbado da melhor forma possível”, relata o presidente da Ammvi. Segundo ele, neste momento, a unicidade dos gestores públicos e o trabalho em conjunto vai dar segurança na tomada de decisão e garantir que os serviços essenciais à população sejam garantidos.

Cada prefeitura do Médio Vale já publicou ou vai divulgar decreto oficial com as medidas necessárias para orientação e proteção da população e dos servidores públicos, com orientações voltadas a minimizar os impactos causados pelo coronavírus. O objetivo é evitar um crescimento acelerado no ritmo de casos confirmados.

Medidas internas

Todos os eventos, cursos e reuniões que seriam realizados pela Associação ou no auditório da entidade foram suspensos ou cancelados. Recomenda-se ainda que os colaboradores não façam reuniões externas.

Casos na região

A região do Médio Vale do Itajaí não tem, até o momento, caso confirmado de coronavírus. As equipes de saúde estão monitorando a situação em cada um dos 14 municípios e a atualização diária é feita pelos órgãos oficiais. A população pode ser informar no site e/ou redes sociais das prefeituras.

Etiqueta social

De acordo com o protocolo estabelecido em todo o mundo para reduzir o contágio, os órgãos de saúde recomendam:

  • lavar as mãos frequentemente com água e sabão e passar álcool em gel;
  • manter distância e evitar tocar em pessoas doentes;
  • evitar lugares aglomerados e/ou fechados;
  • quando tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz;
  • utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • evitar deslocamentos enquanto a pessoas estiver doente.


Imprensa – AMMVI