Projeto da FIESC e Instituto Vilson Groh pode inserir jovens no mercado de manutenção de aeronaves

Projeto da FIESC e Instituto Vilson Groh pode inserir jovens no mercado de manutenção de aeronaves

11 de fevereiro de 2021 Off Por Redação

 

 

Referência no segmento, SENAI de Palhoça já formou 500 profissionais na área de aviação

 

 

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) e o Instituto Vilson Groh (IVG) iniciaram a discussão de um projeto para qualificar jovens em situação de vulnerabilidade para o mercado de manutenção de aeronaves. A unidade do SENAI em Palhoça, criada em 2009, já formou mais de 500 profissionais e é referência nacional na área. A expectativa é que pelo menos 100 bolsas sejam concedidas a jovens atendidos pelo IVG na Grande Florianópolis. “O mercado é gigantesco e a parceria pode ser uma forma de oferecer uma oportunidade para estes jovens”, diz José Eduardo Fiates, Diretor de Inovação e Competitividade da FIESC.

Um dos idealizadores da Escola de Aviação do SENAI, o empresário César Olsen acrescenta que a profissão é interessante, especialmente para quem gosta de mecânica, e que o mercado está aquecido. “Pilotos de aeronave e mecânicos não nascem prontos. Essas são carreiras que exigem formação de alto nível. Aqui na Palhoça temos a melhor capacitação em manutenção de aeronaves do Brasil”.

O padre Vilson Groh elogiou a iniciativa e disse que a qualificação e inserção de jovens em situação de risco no mercado de trabalho gera renda para as famílias e contribui para reduzir índices de violência. “A união de esforços do poder público e da iniciativa privada é o caminho para reduzir as desigualdades. Estamos entusiasmados com esta parceria”.

O coordenador do curso de manutenção de aeronaves do SENAI de Palhoça, Thiago Carvalho, diz que as parcerias da escola foram essenciais para torná-la referência no setor. “Temos um trabalho de muitos anos com o Aeroclube de SC, companhias aéreas, fabricantes de equipamentos nacionais e internacionais e com as Forças Armadas, em especial a própria Força Aérea Brasileira. Muitos de nossos alunos já conquistaram inclusive medalhas e menções honrosas em competições profissionais do setor em todo o mundo”.

 


Márcia Oliveira – Jornalista