SENAI restaurou 61 respiradores em Santa Catarina

SENAI restaurou 61 respiradores em Santa Catarina

23 de julho de 2020 Off Por Redação

 

Estimativas indicam que a iniciativa pode salvar mais de 600 pacientes e proporcionou economia de R$1,4 milhão para o sistema de saúde

A iniciativa Mais Manutenção de Respiradores, uma ação de enfrentamento do novo coronavírus desenvolvida em âmbito nacional pelos Institutos SENAI de Inovação teve, em Santa Catarina, o conserto de 61 aparelhos, utilizados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs). A estimativa é que eles salvem de 600 a 1,2 mil vidas.

Além disso, representam economia de R$ 1,4 milhão, valor que seria necessário para a aquisição de novos equipamentos. A atividade está sendo interrompida, dada a inexistência de novas demandas, mas poderá ser retomada caso surja necessidade.

O presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Mario Cezar de Aguiar, ressalta que este projeto mostra a importância da união de forças, algo que foi fundamental para que acontecesse a recuperação destes respiradores.

Daniel Thiesen Horongoso, gerente executivo SESI/SENAI para o Vale do Itajaí, explica o quanto a pandemia mostrou a deficiência da quantidade desses equipamentos na rede hospitalar. “A pandemia nos mostrou uma realidade antes não vista e, com este projeto de manutenção de respiradores, conseguimos aumentar a estimativa de salvamento de pessoas, algo que, com certeza, não tem preço”, conclui.


Letiele Paycorich
Presse Comunicação