Acib, há 119 anos promovendo o associativismo

Acib, há 119 anos promovendo o associativismo

3 de novembro de 2020 Off Por Redação

 

 

Avelino Lombardi, presidente da Acib.

 

Poder participar dessa história forjada por homens e mulheres empreendedores, inovadores e determinados, que há 119 anos elevam o nome da Associação Empresarial de Blumenau – Acib, é uma grande honra. Estar à frente da entidade nestes últimos quatro anos, em especial neste tão desafiador, foi um grande privilégio para mim e para todos os diretores e conselheiros da entidade. Neste ano de 2020, mais do que nunca, nossa dedicação para o fortalecimento e manutenção do associativismo, com o objetivo de superar dificuldades e buscar benefícios para toda a sociedade, foi imprescindível.

E essa é a marca da história da Acib, entidade empresarial mais antiga do Estado de Santa Catarina, que completa 119 anos neste dia 5 de novembro. Nas últimas décadas temos observado grandes mudanças na economia blumenauense. Atualmente, nossa força econômica é formada prioritariamente por pequenas e micro empresas. E a Acib, como não poderia deixar de ser, tem acompanhado essa tendência. Ainda representamos grandes empresas de comércio, serviço e indústrias. Porém, nossos olhos se voltaram, sobretudo nos últimos anos, a dar mais voz às micro, pequenas e médias organizações, que representam mais de 90% dos nossos associados.

Prova disso é o grande foco que temos dado ao trabalho dos Núcleos Empresariais, grupos de empresários ou profissionais que se reúnem para buscar soluções para problemas comuns, debater sobre os respectivos segmentos de atuação, trocar experiências e aumentar o networking e os agregar conhecimentos. Esta união é uma importante ferramenta para mudarmos o ambiente de negócios em que vivemos, a fim de que possamos buscar mais qualidade, competitividade e desenvolvimento econômico.

Tendo em vista a importância de estimular a fantástica força econômica que nós temos, ao longo da sua história a Acib nunca mediu esforços para promover a convergência da classe empresarial e busca a atenção dos poderes constituídos para as obras necessárias a nossa região. Entendemos que a única forma de fazermos com que os governos nos atendam é por meio dessa unidade das entidades constituídas, que representam os anseios da sociedade. Por isso, vamos continuar acreditando e praticando o associativismo.

Nossa força está na nossa união!

Avelino Lombardi, presidente da Acib.


Letiele Paycorich
Presse Comunicação