Coronel Marcelo Pontes é o novo subcomandante-geral da PMSC

Coronel Marcelo Pontes é o novo subcomandante-geral da PMSC

12 de maio de 2020 Off Por Redação

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) conta com um novo subcomandante-geral. A passagem de comando ocorreu na tarde desta terça-feira, 12, no Quartel do Comando-Geral (QCG), em Florianópolis. O coronel Marcelo Pontes assumiu a função, no lugar do coronel Cláudio Roberto Koglin.

O ato foi transmitido ao vivo pelo canal oficial da PMSC no YouTube, já que em virtude da pandemia do novo coronavírus, eventos e aglomerações seguem com restrições em Santa Catarina. Os familiares e amigos puderam acompanhar a cerimônia em uma sala separada, no QCG, com o devido distanciamento e seguindo os protocolos de segurança e salubridade.

O evento foi presidido pelo comandante-geral da PMSC, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, e prestigiado pelo Chefe do Estado-Maior-Geral (EMG), coronel Luciano Walfredo Pinho.

O primeiro ato da cerimônia foi a entrega da comenda Barriga Verde ao coronel Marcello Martinez Hipólito. A medalha é destinada a homenagear pessoas que tenham contribuído destacadamente para o engrandecimento da Polícia Militar de Santa Catarina.

O ato da passagem do subcomando-geral iniciou com a leitura do ato de exoneração e elogio aos serviços prestados pelo coronel Koglin. Em seguida, foi feita a leitura do ato de nomeação e do curriculum vitae do coronel Pontes.

Após, o subcomandante que saiu da função fez seu discurso de despedida. Em sua fala, o coronel Koglin lembrou que, “junto com todos, pude colher os melhores desempenhos na redução da criminalidade nos últimos 10 anos da nossa história. Porém, nada disso seria possível se não fosse o empenho de cada gigante de nossa corporação, que, de Paraíso a Sangão, de Passo de Torres a Porto União, sempre estiveram presentes e protegendo”, recordou.

Koglin também lembrou que percorreu mais de 130 unidades da PMSC, espalhadas pelo Estado, e pôde testemunhar diversos exemplos de dedicação à atividade policial militar e à segurança pública catarinense.

A emoção também se fez presente, ao falar da família e dos colegas de trabalhos, praças e oficiais.

Ao atual comandante-geral, coronel Araújo Gomes, agradeceu a indicação para estar à frente do subcomando-geral. “Missão cumprida, comandante. Permissão para me retirar!”, brincou.

Ao termino de sua fala, o chefe de operação da Seção de Operações (Secop) da PMSC, tenente-coronel Fabio José Martins, entregou uma lembrança, como forma de agradecimento, ao coronel Koglin.

Por fim, o comandante-geral fez uso da palavra e externou suas considerações. “Sempre imaginei, pensando que os tempos seriam para sempre normais, que quando esse dia chegasse, nós teríamos junto conosco a tropa, com quem compartilhamos esses dois últimos anos. Sem dúvida, foram desafios imensos, obras grandiosas e conquistas absolutamente extraordinárias”, recordou, fazendo referência à proximidade e presença do coronel Koglin nas atividades operacionais.

“Enfim, agradeço de coração, pela lealdade, pela amizade, e em nome da sociedade pelo que entregasse a ela”, asseverou o coronel Araújo Gomes. E, para encerrar usou a célebre frase do coronel Koglin. “Não percamos a fé em Deus, nas leis e na .40, até mesmo porque as três juntas nunca falham. Força e honra!”.

Já o novo subcomandante-geral, coronel Marcelo Pontes, recebeu os votos de sucesso dos poucos presentes no ato e inicia o trabalho já nessa quarta-feira,  13, quando o novo comandante-geral, coronel Dionei Tonet, assume a cadeira.

O coronel Pontes é bacharel em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e possui duas especializações, em Administração e Segurança do Trânsito e em Administração Pública.

Dentro da instituição, Pontes realizou os cursos de Formação de Oficiais, de Direitos Humanos aplicados à Atividade Policial, de Motociclista Batedor, de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO) e o Curso Superior de Polícia Militar (CSPM).


Marcelo Passamai – Comunicação PMSC
Fotos: 1º sargento RR Aurélio de Oliveira