Fapesc faz live sobre sistema de teleatendimento para consultas a distância

Fapesc faz live sobre sistema de teleatendimento para consultas a distância

9 de setembro de 2020 Off Por Redação

 

 

A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc) fará uma live nesta quinta-feira, 10, para falar sobre o sistema de teleatendimento para consultas a distância em desenvolvimento no Estado. Participarão o coordenador do projeto, o professor Douglas Dyllon Jeronimo de Macedo, do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e o professor Aldo von Wangenheim, responsável pelo sistema de telemedicina.

A conversa será intermediada pelo presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, e pela gerente de Ciência e Pesquisa, Deborah Bernett.

Quem quiser acompanhar a live, basta acessar a página do Facebook da fundação facebook.com/fapesc.gov ou o canal do YouTube Youtube.com/fapescgovsc.

Dúvidas sobre como funcionará o sistema e os próximos passos do desenvolvimento poderão ser respondidas ao vivo. Basta comentar nas redes da Fapesc durante a transmissão.

Repercussão nacional

Telemedicina e teleatendimento ganharam destaque nos debates sobre a saúde pública e privada depois da pandemia causada pelo novo coronavírus. Tanto que foi aprovada a lei federal 13.989, que autoriza as consultas a distância para proteger profissionais e pacientes.

Santa Catarina foi pioneira no uso dessa tecnologia ao implantar uma rede de telediagnóstico que cobre todos os 295 municípios do Estado e é responsável pela realização de em média 80 mil exames por mês.

Na prática, esse sistema já existente vai receber um “upgrade”, permitindo consultas por chamadas de vídeo, voz e mensagens. Mas a equipe de pesquisadores da UFSC não está desenvolvendo apenas a ferramenta, mas toda a estratégia para garantir que médico e pacientes possam estar uma sala virtual de modo seguro e com todas as informações necessárias para o atendimento.

Esse sistema é um dos cinco projetos aprovados no edital 06/2020 da Fapesc para pesquisas de curto prazo no combate à pandemia e seus efeitos. A fundação destinou R$ 97 mil para essa pesquisa. Para acompanhar outros estudos relacionados aos efeitos do novo coronavírus em Santa Catarina, basta acessar www.fapesc.sc.gov.br.


Gisele Krama – Fapesc