Primeiros testes rápidos começam a ser aplicados em Indaial

Primeiros testes rápidos começam a ser aplicados em Indaial

14 de abril de 2020 Off Por Redação

O Hospital Beatriz Ramos fez a aplicação dos primeiros testes rápidos adquiridos no Município para identificação da Covid-19. Esses exames foram realizados em quatro pacientes e um colaborador, conforme avaliação médica por profissional do HBR. Todos os resultados deram negativo para a doença. Após o descarte para Covid-19, cada paciente/colaborador recebeu orientação médica adequada para a síndrome gripal. Todos passam bem.

Seguindo os critérios do Ministério da Saúde, a pessoa para ser considerada suspeita de Covid-19 é aquela que apresenta pelo menos dois sinais e sintomas, sendo um deles respiratório, como: febre, saturação de O² <95%, tosse, coriza, sinais de cianose, batimento de asa de nariz, tiragem intercostal, dispneia, mialgia ou diarreia.

Dos cinco casos avaliados de Indaial, três foram em mulheres e dois, em homens, residentes nos bairros Carijós, Encano do Norte, Encano Baixo, João Paulo II e Sol. Quanto à faixa etária, dois tinham entre 70 a 79 anos, dois com idade entre 50 e 59 anos e um entre 30 e 39 anos. Em seus históricos de saúde, eles apresentaram ao menos uma dessas comorbidades: doenças cardiovasculares ou respiratórias, diabetes e hipertensão. Os sintomas mais frequentes observados foram saturação de O² <95%, febre, tosse e dispneia.

A aquisição dos testes rápidos é fruto de uma ação conjunta entre Prefeitura, Associação Empresarial de Indaial (Acidi) e Poder Judiciário com o objetivo de proporcionar mais segurança e proteção aos indaialenses. Dos três mil exames, cerca de 2.000 testes estão sendo adquiridos pela Prefeitura, 500 são de uma campanha da Acidi e mais 500 são de uma doação de R$75 mil do Judiciário da cidade. Eles já foram comprados junto aos fornecedores e chegarão em lotes nas próximas semanas.

Semelhante a um teste de gravidez, o teste rápido é feito a partir de sorologia, ou seja, com uma amostra de sangue do paciente retirada a partir de uma picada no dedo, e, segundo o Ministério da Saúde, ele faz o diagnóstico da infecção ao detectar uma resposta do sistema imunológico ao vírus. Leva entre 10 e 15 minutos para exibir um resultado.

“Estamos buscando diferentes formas de proteger nossa comunidade. Os testes rápidos vão nos ajudar muito, podendo principalmente tomar medidas mais ágeis quanto ao isolamento e à prevenção de outras pessoas em caso positivo. Este é o momento de fazer tudo o que for possível para a prevenção”, disse o prefeito, André Moser.

Casos da doença em Indaial:

Casos suspeitos (situação em que foi coletado material para exames) – 1
Casos confirmados (situação em que foi coletado material e o exame deu positivo) – 3
Casos descartados – 5
Curados – 1
Óbitos – 1

*Dados 14/04/2020

Sobre o caso suspeito:

Profissional da rede municipal de saúde, não está internado, quadro de saúde é estável e aguarda o resultado do exame.

 


Graciely Guesser Ramos
Jornalista
Coordenadoria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Indaial