Projeto de Certificação de Hospedagens 2020 começa a ser desenvolvido no Vale Europeu Catarinense

Projeto de Certificação de Hospedagens 2020 começa a ser desenvolvido no Vale Europeu Catarinense

15 de setembro de 2020 Off Por Redação

 

 

Pelo segundo ano seguido, o Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí, através do setor de Cultura, Esporte e Turismo, está promovendo o projeto ‘Vale Europeu Sustentável – Meios de Hospedagens’, para certificar os estabelecimentos que recebem os turistas de nossa região atendendo aos critérios de sustentabilidade. Todas as 20 hospedagens que estão participando do programa em 2020 que já receberam a visita de diagnóstico, que é a primeira etapa da certificação. Este processo é realizado por uma equipe de profissionais do SENAC, empresa contratada pelo Sebrae em parceria com o CIMVI para prestar esse serviço.

O programa tem como objetivo dar aos estabelecimentos da região as características da sustentabilidade, qualidade e segurança através do processo de regulamentação, qualificação e certificação. A metodologia de avaliação proposta é baseada em termos de referência, normas e indicadores de boas práticas, nacionais e internacionais, tanto no viés da sustentabilidade quanto no viés da qualidade em meios de hospedagem. Esses estabelecimentos, então, serão classificados nas categorias Ouro, Prata e Bronze. Eles receberão um certificado com a sua avaliação e também um selo de certificação, que deverá ficar exposto para o público no empreendimento.

O projeto é dividido em etapas, sendo que a primeira, que era a visita de diagnóstico, já foi concluída no início deste mês de setembro. Agora, com os dados obtidos nessas avaliações, o Sebrae/SENAC irá elaborar um plano para consultoria e capacitação técnica desses empreendedores, para os colaboradores fazerem os ajustes necessários em suas hospedagens. A penúltima etapa será um acompanhamento da execução do plano de ação apresentado nas capacitações e, posteriormente, acontecerá a certificação destes empreendimentos pelo CIMVI.

Um dos estabelecimentos  participantes é a Pousada Ecolocanda, localizada no interior de Timbó. A pousada é administrada pelo casal Salomar e Débora Osti, que avaliou de forma muito positiva a aplicação desse projeto em nossa região. “Este programa vem para contribuir na busca de capacitação dos nossos estabelecimentos assim como a verificação de diagnósticos quanto a atual situação de cada meio de hospedagem. É muito gratificante ver CIMVI, SEBRAE, gestores municipais e nós, empreendedores, trabalhando em busca de um Turismo cada vez mais forte”.

A expectativa do CIMVI é de entregar essa certificação até o fim deste ano. Os estabelecimentos que estão participando do ‘Vale Europeu Sustentável – Meios de Hospedagem 2020’ são a Pousada Lindnerhof, Paraíso da Ilhas, Hotel Joana Bela, Rancho Safari e Signora del Lago em Rio dos Cedros; Pousada Ecolocanda Tirolese em Timbó; Pousada Lena Rosa, Pousada Max, Pousada Oma Helga, Pousada do Imigrante, Pousada Wachholz, Hotel Mais e Pousada Agradável em Pomerode; Cachoeira do Paulista Adventure Park em Doutor Pedrinho; Hotel Larsen, Hotel Romer, Hotel Vestena, Ricardo Hotel, Hotel Knecos e OYO Hotel em Indaial.

No ano de 2019, na primeira edição do projeto, 12 meios de hospedagem da região foram regulamentados, qualificados e certificados, recebendo o selo do programa. Foram entregues 8 medalhas de ouro, 3 de prata e uma de bronze.

No mesmo sentido de preocupação com a qualidade dos serviços ofertados aos turistas que visitam o Vale Europeu Catarinense, o CIMVI está articulando a realização do programa de qualificação e certificação do Vale Europeu Sustentável, também, para empreendimentos do setor gastronômico. Esta ação deve ser iniciada ainda este ano.


Comunicação – CIMVI