Rede municipal de ensino de Indaial contará com propostas educacionais complementares durante a quarentena

Rede municipal de ensino de Indaial contará com propostas educacionais complementares durante a quarentena

2 de abril de 2020 Off Por Redação

A Secretaria de Educação de Indaial irá adotar novas propostas de ensino para auxiliar no desenvolvimento e aprendizagem dos estudantes da rede pública municipal durante o período de quarentena.

Conforme o Decreto Municipal nº 2141/20, as aulas na rede municipal de ensino estarão suspensas por mais 15 dias, a partir desta sexta, 3 de abril, seguindo até o dia 17. As atividades realizadas com crianças e adolescentes serão em caráter complementar e valerão apenas enquanto durar a situação de emergência para enfrentamento à COVID-19.

Desse modo, a partir das próximas duas semanas, sempre no início de cada semana (dias 6 e 13), as famílias indaialenses receberão informações e orientações das Escolas de Ensino Fundamental e Unidades de Educação Infantil sobre as atividades propostas.

“Esse calendário vem para organizar de maneira institucional as propostas que muitas Escolas e Unidades já vêm planejando e divulgando em suas redes oficiais. A ideia é que o planejamento traga uma ou duas propostas desafiadoras para cada dia da semana por instituição. É pensar de forma interdisciplinar e contextualizada,” explica o secretário de Educação, Jairo Gebien.

Como o momento requer o isolamento social, as estratégias de comunicação para divulgação das atividades irão priorizar o uso das tecnologias (videoconferência, grupos de Whatspp, Messenger, Facebook, entre outros), conforme o melhor planejamento de cada instituição com seus alunos.

Além disso, a Secretaria irá organizar e disponibilizar no site www.indaial.sc.gov.br/educacao os materiais enviados pelas Escolas Municipais e Unidades de Educação Infantil, como: acervo para leituras, brincadeiras educativas, sugestões de canais educativos e endereços eletrônicos, contendo propostas específicas para cada etapa de ensino, Educação Infantil, Anos Iniciais e Anos Finais. Também irá sugerir atividades visando esclarecer e fomentar a consolidação dos hábitos de higiene para evitar a propagação e contaminação pela COVID-19.

A Educação Infantil, primeira etapa da Educação Básica, possui um papel importante na formação das crianças. Os profissionais vão planejar vivências e experiências possíveis de serem realizadas em casa. As atividades serão pensadas para a faixa etária de 0 a 5 anos e 11 meses, valorizando a participação da criança como a confecção de jogos, brinquedos, circuitos, entre outros. A ideia é que vídeos e livros também sejam utilizados como material de apoio, tendo como premissa a ampliação do repertório cultural da criança.

No Ensino Fundamental, a Secretaria de Educação fomentará, por meio de propostas desenvolvidas pelos profissionais, o incentivo à leitura e escrita por meio da exploração de diversos gêneros textuais, além da investigação e cálculo.

“Com o auxílio das instituições e a participação dos pais pretendemos fomentar o compartilhamento das propostas vivenciadas pelas crianças em suas casas, visando à troca de experiências e à valorização dos processos de aprendizagem em família”, complementa Jairo.